Trump: civis desarmados são “alvo fácil”

Por Daily Caller News Foundation

Daily Caller Logo

O presidente Donald Trump disse, em 5 de junho, que os civis desarmados são “alvo fácil” por obedecer às leis que impedem o porte de armas para autodefesa.

“Quando alguém tem uma arma ilegal e ninguém mais tem uma arma porque as leis são para que você não possa ter uma arma, essas pessoas estão perdidas”, disse Trump no  “Good Morning Britain” de Piers Morgan durante uma entrevista que cobriu uma gama de tópicos sobre controle de armas.

“Eles não têm chance”, acrescentou.

Morgan abordou os tiroteios em Virginia Beach como o mais recente exemplo do alto índice de criminalidade nos Estados Unidos.

“A América tem um problema particular com a violência armada. Houve 150 tiroteios em massa nos Estados Unidos este ano. Na Grã-Bretanha, temos 35 mortes por arma por ano ”, disse Morgan.

virginia beach shooting victims
Vítimas do tiroteio em um prédio municipal em Virginia Beach, Virgínia, em 31 de maio de 2019 (Cortesia da cidade de Virginia Beach via AP)


People place flowers at a makeshift memorial
Pessoas colocam flores em um memorial improvisado para as 12 vítimas de um tiroteio em massa no Centro Municipal em Virginia Beach, Virgínia, em 2 de junho de 2019 (Chip Somodevilla / Getty Images)

“Sim, mas em Londres você tem esfaqueamento por todo lado. Eu li um artigo onde todo mundo está sendo esfaqueado”, respondeu Trump. “Eles disseram que seu hospital é um mar de sangue em todo o chão.”

“Temos um problema com o crime de faca”, respondeu Morgan.

Trump disse a Morgan que o tiroteio em Paris em novembro de 2015, que matou 130 pessoas, nunca teria acontecido se “duas ou três dessas pessoas tivessem uma arma”.

Paris shooting
Sobreviventes são vistos em um ônibus após tiros na sala de concertos Bataclan em Paris, França, em 13 de novembro de 2015 (Antoine Antoniol / Getty Images)

 


Chile's President Michele Bachelet places a wreath
A presidente do Chile, Michele Bachelet, coloca uma coroa de flores enquanto presta homenagem às vítimas do atentado de Bataclan, em 29 de novembro de 2015, em Paris, duas semanas após a série de disparos e atentados suicidas que mataram 130 pessoas e feriram mais de 360 pessoas (Matthieu Alexandre E / AFP / Getty Images)

Por Whitney Tipton

Siga Whitney no Twitter

O conteúdo criado pela The Daily Caller News Foundation está disponível gratuitamente para qualquer editor de notícias qualificado que possa abranger um grande público. Para oportunidades de licenciamento do nosso conteúdo original, entre em contato com licensing@dailycallernewsfoundation.org.

 
Matérias Relacionadas