Terrorista chega à Itália e começa a cumprir pena de prisão perpétua em Roma

Durante sua fuga, Cesare Battisti ganhou proteção do governo Lula e do PT

Por Diário do Poder

Após quase 38 anos de fuga e refúgio em países como França, México e, por último, Brasil, o terrorista italiano Cesare Battisti, 64, começará nesta segunda (14) a cumprir a pena de prisão perpétua a que foi condenado duas vezes por quatro assassinatos. No Brasil, o bandido encontrou a proteção do PT e do governo Lula, sob a falsa alegação de que se tratava de “perseguido político”, mas não passava de um bandido comum e, cumprindo pena por assalto e outros crimes, foi recrutado na cadeia por um grupo terrorista.

Battisti foi levado diretamente para o presídio de Rebibbia, no bairro romano de mesmo nome, distante 20 quilômetros de Ciampino. Lá, segundo o governo italiano, ele ficará numa ala de segurança máxima, os primeiros seis meses em isolamento.

Ele cumprirá a pena de prisão perpétua pela morte de quatro pessoas na década de 1970, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo.

O terrorista foi preso neste sábado (12) na Bolívia, onde ficou foragido por quase um mês após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux autorizar a prisão de Battisti. Ele estava no Brasil desde 2004 e chegou a ser preso três anos depois.

Em 2009, o Supremo chegou a considerar procedente o pedido do governo italiano para a extradição de Battisti. No entanto, no último dia de seu mandato, o ex-presidente Lula negou a extradição. (Com informações da FolhaPress)

Confira a chegada de Battisti:

 
Matérias Relacionadas