Terremoto atinge extremo noroeste da Argentina

Terremoto de magnitude 6,4 na escala Richter abalou a província argentina de Jujuy, próxima a fronteira com Chile e Bolívia

Por Agência EFE 

Um terremoto de magnitude 6,4 na escala Richter abalou a província argentina de Jujuy, no extremo noroeste da Argentina, na noite desta terça-feira, até o momento não foram identificadas vítimas.

Conforme relatado pelo Instituto Nacional de Prevenção Sísmica (INPRES) da Argentina, o terremoto teve uma magnitude de 6,8, mas logo depois esse dado foi alterado para 6,4.

O terremoto foi registrado às 20h06, hora local (23h06 GMT), com epicentro localizado a 177 quilômetros a oeste da cidade de San Salvador de Jujuy, capital da província de Jujuy (fronteira com Chile e Bolívia).

O terremoto, que teve uma profundidade de 234 quilômetros, teve seu epicentro 32 quilômetros ao norte da pequena cidade de Catúa, em Jujuy, na região de Puna, e 36 quilômetros a sudoeste da cidade de Susques, na mesma região, muito próximo à fronteira com o Chile.

Conforme acrescentou o INPRES na atualização de seu relatório, o terremoto foi sentido com intensidade IV no Mercalli modificado em San Salvador de Jujuy e na cidade de Salta (capital da província vizinha de Salta), onde foram percebidos objetos pendurados oscilando.

Enquanto isso, o terremoto teve uma intensidade III a IV na escala de Mercalli nas cidades de Orán e Tartagal, onde o movimento foi percebido por algumas pessoas em repouso e objetos pendurados também foram observados oscilando.

O forte movimento foi precedido por outro, de magnitude 3,1 e com epicentro em local muito próximo, registrado quase meia hora antes.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas