Tarifa de celular mais cara do mundo é do Brasil, diz UIT

Estudo conclui que brasileiro paga pelo minuto três vezes mais que norte-americanos
Os telefones celulares dos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo terão um dígito 9 extra acrescentados ao início de seus números a partir de 25 de agosto (Abr)
Brasileiros pagam a mais alta tarifa de telefonia móvel do mundo, 18 vezes mais que na China (Abr)

A tarifa de celular mais cada do mundo é a praticada em solo brasileiro, aponta o relatório ‘Medindo a Sociedade da Informação’ deste ano, publicado anualmente pela União Internacional de Telecomunicações (UIT). A pesquisa, divulgada nesta segunda-feira (7) e que monitora o sistema de telecomunicações de 161 países, demonstra que os brasileiros pagam, em média, três vezes mais que os norte-americanos e cinco vezes mais que os espanhóis. O estudo se baseou na média dos preços praticados na capital paulista.

O custo médio do minuto numa chamada de celular no Brasil para a mesma operadora é US$0,71. Quando a ligação é feita para uma operadora diferente, o custo médio atinge US$0,74, mais caro inclusive que o praticado na Suíça, aponta o relatório.

No extremo oposto da relação está Hong Kong, onde o minuto vale US$0,01, ou seja, 70 menos que no Brasil. Na China, o preço para o usuário não passa de US$0,04 por minuto.

No ranking geral, considerando também tarifas de telefone fixo e de conexão a internet, o país ocupa a 93ª posição entre os 161 países estudados, perdendo para países como Índia, Colômbia e Peru. Só no quesito banda larga, com um preço médio de US$17, o Brasil figura em 55º lugar, atrás de Uruguai e Venezuela.

 
Matérias Relacionadas