Tarcísio Meira falece após complicações da COVID-19 mesmo tendo sido vacinado com duas dozes da Coronavac

Por Marina Dalila

O ator Tarcísio Meira faleceu hoje, aos 85 anos,  após complicações da COVID-19. Ele e sua esposa, Glória Menezes, estavam internados no hospital Albert Einstein, na Zona Sul da cidade, desde o dia 6 de agosto, onde recebia tratamento contra a doença, de acordo com o portal G1.

O casal havia recebido duas doses da vacina Coronavac no dia 16 de março em Sāo Paulo, segundo a Folha de Sāo Paulo.

 

Glória Menezes em 7 de setembro de 2019 (VIVA/Domínio Público)

Glória Menezes, que está com 86 anos, apresentou um quadro mais brando da doença e se recupera bem. Ambos haviam se vacinado com as duas doses da vacina contra o novo coronavírus em março na cidade de Porto Feliz, interior de São Paulo, onde se isolaram durante a pandemia, de acordo com o UOL. Segundo o boletim médico enviado pelo hospital às 15h28, Gloria Menezes está em “recuperação e desmame progressivo do oxigênio”, reportou a Istoé.

Considerado um dos maiores atores da dramaturgia, Tarcísio nasceu em outubro de 1935, em São Paulo. Ele começou a carreira artística no final dos anos 1950 no teatro, em peças como Chá e Simpatia e Quando As Paredes Falam, ambas em 1957, conforme a Istoé.

Tarcísio possuia 62 anos dedicados aos palcos, ao cinema e à televisão e era um dos ícones da dramaturgia brasileira. Nascido Tarcísio Magalhães Sobrinho, em 1935, o paulista Tarcísio Meira daria os primeiros passos no teatro profissional como coadjuvante na peça O Soldado Tanaka (1959). Dali por diante, participaria de 31 montagens,  Na televisão, o ator se iniciou em 1961, na extinta TV Tupi. De lá para cá, integrou o elenco de mais de 60 produções, incluindo séries, minisséries, telenovelas e filmes, conforme reportado pela Agência Brasil.

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

Veja também:

 

 

 

 

 

 
Matérias Relacionadas