Severa poluição do ar cobre metade da China, 104 cidades afetadas

A Administração Meteorológica da China emitiu um alerta laranja para a poluição atmosférica em 8 de dezembro, o terceiro dia consecutivo de alto índice de poluição atmosférica. Laranja é o segundo nível mais grave de alerta.

Dados do Ministério da Proteção Ambiental mostram que a qualidade do ar em 104 cidades em 20 províncias estão sofrendo de forte poluição, segundo a mídia estatal chinesa Xinhua.

Quase metade da China foi atingida por densa ‘neblina’, com as regiões do sudeste da China tendo as condições mais graves de poluição atmosférica. Todas as 23 estações de monitoramento da qualidade do ar no sul da província de Hunan sinalizaram “forte poluição” na tarde de 8 de dezembro.

Em 7 de dezembro, Shanghai e Nanjing emitiram alertas vermelhos para a poluição atmosférica, o mais alto nível de alerta. Algumas cidades da China que tem boa reputação pelo ar limpo também emitiram alertas de poluição, como Nanning, no sul da província de Guangxi. Apelidada de “Cidade Verde”, Nanning emitiu alerta laranja para poluição atmosférica em 6 de dezembro.

Em 8 de dezembro, várias estradas principais na China foram temporariamente fechadas devido à densa atmosfera, incluindo as vias expressas Pequim-Harbin, Pequim-Tianjin, Pequim-Shanghai, Pequim-Hong Kong e Pequim-Macau.

O tráfego aéreo foi atrasado em Shanghai, Jiangsu, Henan, Shandong e outras províncias. Os projetos de construção estão suspensos na cidade de Wuhan, no centro da China, e as escolas foram fechadas em Shanghai e em algumas outras cidades, segundo a Xinhua.

A poluição do ar na China em 2013 é a pior nos últimos 52 anos e 13 províncias atingiram recordes inéditos de poluição do ar este ano, segundo o Ministério da Proteção Ambiental.

 
Matérias Relacionadas