As sete emoções que geram doenças, segundo a medicina chinesa

Já escrevi sobre “Os Seis Demônios“, que é como medicina tradicional chinesa classifica as causas externas das doenças. Hoje vou falar sobre as causas internas da doença, as quais a medicina chinesa chama de “Sete Emoções”. São elas: raiva, medo, choque, amargura, alegria, tristeza e preocupação.

Você se lembra de como se sentiu na primeira vez que se apaixonou, quando foi injustamente acusado ​​de delito, ou quando alguém pegou sua vaga no estacionamento e sorriu pela janela? Sim? Portanto, não tenho de convencê-lo de que as emoções têm um enorme efeito sobre nossos corpos. Pense em como o seu peito e seu estômago contraíram-se quando ficou chateado, ou como o coração passou bater mais rápido, ou como a adrenalina correu pelas veias quando estavam com raiva ou com medo.

As respostas emocionais podem causar uma cascata de reações químicas no corpo, estimulando alguns sistemas de órgãos e inibindo outros. É normal e saudável ter respostas emocionais. No entanto, quando as reações são graves e/ou prolongadas, pode danificar órgãos e torná-los mais vulneráveis ​​a doenças.

Na medicina tradicional chinesa, cada uma das sete emoções está associada a um órgão específico. Portanto, conclui-se que se você tem uma forte emoção negativa, o órgão associado a essa emoção será afetado.

Abaixo, listo as sete emoções e seus órgãos associados.

1. Ira – fígado
2. Medo – rins
3. Choque / susto (doença aguda) – rins e coração
4. Alegria – Coração
5. Amargura (pensamento excessivo e estimulação mental) – baço
6. Preocupação – baço e pulmões
7. Tristeza – pulmões

Por exemplo, a tristeza prolongada afeta os pulmões. O oposto também é verdadeiro; se você tiver um problema de pulmão por um longo tempo, será afetado emocionalmente e pode experimentar um sentimento de tristeza. É mais ou menos como a situação do ovo e da galinha. Aqui está outro exemplo: se por muito tempo, carrega um monte de raiva, você vai começar a afetar o seu fígado, e causar um desequilíbrio. Além disso, se você tem uma doença crônica do fígado, pode desenvolver um temperamento mais irritável, passará a ter dificuldade para tolerar frustração, e até mesmo poderá se tornar deprimido.

Este antigo conceito das sete emoções, ilustra a importância do tratamento completo da doença, porque os nossos corpos não estão separados por partes. Você precisa tratar a pessoa de forma holística. Uma doença ou problema físico afeta o resto do corpo e a mente. A cura deve incluir o tratamento de todos os desequilíbrios psicológicos, físicos e espirituais.

Jennifer Dubowsky trabalha como acupunturista no centro de Chicago, Illinois, desde 2002. Dubowsky recebeu seu diploma em Cinesiologia da Universidade de Illinois, em Chicago, e seu mestrado em Medicina Oriental da Southwest Acupuncture College, em Boulder, Colorado. Durante seus estudos, ele completou um estágio no Hospital da Amizade China-Japão em Pequim. Dubowsky pesquisou e escreveu artigos sobre medicina chinesa, e deu palestras sobre o assunto. Mantém um blog popular sobre saúde e acupuntura da medicina chinesa. Seu primeiro livro é ‘Aventuras em Medicina Chinesa‘, que pode ser encontrado em www.tcm007.com

* Imagem do homem adormecido no laptop via Shutterstock

 
Matérias Relacionadas