Servil às distribuidoras, ANP manobra para postergar venda direta de etanol

Obediente aos interesses dos atravessadores, ANP inventou mais uma “audiência pública” para protelar

Por Diário do Poder

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) parece desdenhar das suspeitas de estar a serviço das distribuidoras. Resolução da ANP proíbe produtores de venderem etanol aos postos. Só as distribuidoras podem fazer a venda, lucrando com o suor de quem produz e do consumidor que paga o preço final bem mais elevado.

Obediente aos interesses dos atravessadores, numa relação que clama por investigação, a ANP agora inventou mais uma “audiência pública” para postergar a venda direta. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A ANP ameaça trocar seis por meia dúzia, criando “novo distribuidor” e negando ao produtor de etanol o exercício da livre concorrência.

Querem a venda direta Jair Bolsonaro, Ministério de Minas e Energia Conselhos de Política Energética (CNPE) e Defesa Econômica (Cade)…

Novos magnatas da economia, os distribuidores acumulam lucros e poder garantidos pela resolução que adquiriram na ANP há 11 anos.

 

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas