Senado rejeita pedido de tornar inconstitucional julgamento de impeachment de Trump

Por Bruna de Pieri, Terça Livre

O pedido feito pelo Partido Republicano no Senado americano para que o impeachment do ex-presidente Donald Trump fosse considerado inconstitucional – já que ele não está mais no cargo –  foi derrubado por 55 votos a 45 nesta terça-feira (26).

O Senado rejeitou uma proposta do senador Rand Paul, do Partido Republicano. Os cinco republicanos que votaram com os democratas foram Susan Collins, Lisa Murkowski, Mitt Romney, Ben Sasse e Pat Toomey.

A votação mostra que os democratas têm uma escalada difícil para garantir os 67 votos necessários para uma eventual condenação de Trump.

Entre aqueles que votaram a favor da resolução do senador Paul está o líder da minoria no Senado Mitch McConnell, que disse estar indeciso sobre a condenação de Trump.

“45 senadores concordaram que essa farsa de ‘julgamento’ é inconstitucional. Isso é mais do que o necessário para absolver e, eventualmente, encerrar este processo de impeachment partidário”, escreveu Paul em suas redes sociais.

A resolução de organização pré-julgamento de impeachment foi aprovada por 87 votos a 17. O Senado se reunirá novamente para o julgamento marcado formalmente para o dia 9 de fevereiro.

Enquanto o julgamento prossegue, isso indica que o Senado pode não ter os 67 votos necessários para uma condenação, informou a jornalista Jennifer Franco.

 

Entre para nosso grupo do Telegram.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas