Seis cidadãos chineses são presos em Vanuatu

SYDNEY – Autoridades em Vanuatu prenderam seis cidadãos chineses após reclamações chinesas de que eles estavam operando uma fraude na Internet na ilha do Pacífico, informou a mídia em 29 de junho.

Autoridades chinesas chegaram a Vanuatu pouco antes da investida de 27 de junho, no qual os seis foram detidos, e ajudaram a identificar as instalações da capital, Port Vila, de onde eram suspeitas de executar a fraude, informou o jornal Vanuatu Daily Post.

A Reuters não conseguiu confirmar a denúncia ou contatar a polícia de Vanuatu no sábado. O Ministério das Relações Exteriores do regime chinês não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Todos do grupo foram relatados por manterem dupla cidadania na China e Vanuatu.

As prisões chegam em um momento de preocupação em alguns setores sobre a crescente influência chinesa no Pacífico.

Os Estados Unidos e sua aliada, a Austrália, são particularmente cautelosos com as incursões diplomáticas e econômicas chinesas na região.

Em abril, Vanuatu e China negaram notícias da mídia de que a China queria construir uma base militar permanente na ilha.

Em maio, o líder chinês Xi Jinping, disse ao primeiro-ministro visitante de Vanuatu, Charlot Salwai, que a China não estava buscando uma esfera de influência no Pacífico.

Por Alison Bevege

 
Matérias Relacionadas