Segredos de Alain Briot para vender fotografias

A chave para o seu sucesso

“Como artista, vejo que a câmera capta a imagem como um ponto de partida e não como o fim em si mesma. A imagem é completa somente depois que modifico aquilo que a câmera captou, a fim de que ela realmente mostre a experiência do momento”, explica o grande fotógrafo paisagista Alain Briot em seu recente livro “Marketing Fine Art Photography” (algo como, Comercializando Obras de Arte Fotográficas), no qual ele compartilha suas fotos preferidas para comercializar sua arte.

Quando se consegue captar este importante passo inicial, é preciso tratar as imagens (e não chamá-las de fotografias) como peças de arte, dar-lhes um nome e vendê-las tendo em mente a qualidade e não a quantidade. Como trata-se de um trabalho de arte de primeira linha, não deve-se vendê-las em quantidade.

Suas palavras impressas no livro dão a impressão de que ele está falando pessoalmente com você. Com paciência, passo a passo, revela seus conhecimentos adquiridos através de muitos ensaios e erros pessoais.

Desde o início desta reportagem, Briot nos disse que para ganhar a vida através de sua arte, requer que a mesma seja comercializada. Em seguida disse que precisará fazer mais marketing que arte. De fato, ele nos guia no desenvolvimento de suas habilidades em marketing para que suas imagens se convertam em arte!

À medida que nos descreve sobre as opções de promoção que deveria fazer, sente-se quanto tempo, esforço, investigação e profundo pensamento foram colocados para planejar sua carreira, o que na verdade o conduziu à posição que ostenta agora.

De maneira meticulosa, Briot nos dá um panorama sobre as perguntas que necessitamos fazer antes de nos lançarmos em nossa própria carreira e resolvermos o dilema de “vender ou não vender, essa é a questão”, como diz o autor em seu livro.

Porém o trabalho de Briot, não se dirige somente aos leitores que querem saber sobre os detalhes da comercialização fotográfica artística, mas também para aqueles que sentem curiosidade por conhecer o êxito de um fotógrafo famoso, ou mesmo para as pessoas que buscam uma fonte de inspiração para seus próprios projetos.

Experiências de Briot

Briot nasceu em Paris, França; ali estudou belas artes e fotografia. Mudou-se para os Estados Unidos a fim de continuar seus estudos.  Passou grande parte de sua vida adulta na captura de imagens de paisagens no Arizona. Não é de se estranhar que sua racionalidade francesa agora se mescla à sua alma completa de sabedoria nativa americana.

Mesmo suas imagens sendo em sua maior parte do oeste dos EUA e de parques nacionais, pode-se aplicar suas conclusões à fotografias de paisagens similares.  E mais, seus métodos de comercialização e venda podem ser aplicados a pintores, escultores e artesãos.

Briot promove o contato direto com o cliente utilizando o slogan: “Faça você mesmo”; isto ajuda o artista a trabalhar com mais eficácia, menos gastos, maior autonomia e exclusividade.

Primeiro ele te ajuda a entender o que é a fotografia artística, e como respeitar esta arte e a ti mesmo no que se refere à qualidade do artista. Trabalhar as imagens não é somente recomendável, mas uma necessidade absoluta para se alcançar a visão fotográfica artística, a qual é muito maior do que aquilo que a câmara grava.

Por exemplo, pode-se utilizar o estúdio fotográfico para unir várias fotos ou modificar sua tonalidade, contraste, cores e formato. Briot disse que não estudar e trabalhar as imagens é o mesmo que não ter responsabilidade por elas, e que uma imagem artística é totalmente contrária à uma foto tirada para documentários.

O livro é muito específico sobre o que vender, como vender, onde vender, como fixar os preços, os fundamentos do negócio e a arte de vender.

Pérolas de sabedoria

O capítulo intitulado “Habilidades Pessoais” é o que mais me inspirou, já que vai muito além do comércio fotográfico artístico. Em ordem alfabética, Briot ensina palavras de conselho sobre como melhorar nossas habilidades pessoais.

Quando o assunto é lidar com clientes , Briot sugere permanecer com a mente aberta e não insistir em nossa forma de pensar: “O objetivo é ajudar, não manter sempre a nossa posição”.

A competência é um desafio em todas as carreiras. Briot aconselha o leitor: “Ame a tua competência, melhore e trabalhe mais arduamente. Sem essas coisas, não estaria onde está agora… Olhe sempre adiante, nunca para traz ou para os lados. Não se preocupe o quão bem ou quão pobre a sua competência o está tornando, recorde que acreditar sempre em ti mesmo é meio caminho à vitória”.

Briot chegou à compreensão de que, basicamente, com o tempo, nos convertemos naquilo que acreditamos, e por tanto, os pensamentos positivos produzem resultados positivos.

Além de falar sobre competência, Briot fala do assunto das críticas: “Não aceite cegamente as críticas. Sempre pergunte a si mesmo porque há alguém criticando seu trabalho. A crítica se divide em diferentes categorias e a crítica se faz por vários motivos. Alguns desses motivos são válidos e é necessário prestar atenção a eles. Outros não são válidos e não devem se preocupar”.

Sua conclusão é: “Permita que a crítica melhore seu trabalho. Não deixe que a crítica mude aquilo que você é”.

Os medos podem se converter em um grande obstáculo para o sucesso: “Aprendi a não deixar que o medo me paralise, pois quando o medo te paralisa, o impede de tomar decisões racionais… aprenda a controlar o medo, ou o medo te controlará”.

Briot menciona a perseverança como uma das chaves principais para o sucesso: “A perseverança é algo que podemos controlar, já que somos nós mesmos que decidimos se vamos perseverar até atingirmos nossas metas… Finalmente, se temos um plano e se fixamos metas em prazos específicos, a perseverança nos trará o sucesso”.

Algumas pessoas pensam que precisam estar em constante atividade a fim de serem produtivas. Briot não acredita nisso: “É preciso eliminar tudo aquilo que se interpõe no caminho da produtividade, incluindo a atividade não necessária”.

Ler o livro de Briot realmente me foi útil, pois consegui saborear o trabalho necessário para se chegar ao sucesso.

 
Matérias Relacionadas