Rússia proíbe acesso ao Facebook e Twitter

Agência da Rússia alega que o Facebook se envolveu em “26 casos de discriminação contra a mídia russa"

Por Jack Phillips 

A agência de comunicação da Rússia, Roskomnadzor, disse na sexta-feira que bloqueará o acesso ao Facebook dentro da Rússia, alegando discriminação contra meios de comunicação russos desde outubro de 2020. Mais tarde na sexta-feira, a agência disse à mídia russa Interfax, que também bloquearia o acesso ao Twitter.

Um comunicado da agência publicado online disse que o Facebook se envolveu em “26 casos de discriminação contra a mídia russa e recursos de informação”.

Nos últimos dias, a plataforma de propriedade da Meta restringiu o acesso a veículos russos, incluindo Russia Today (RT), Sputnik News, Lenta, Gazeta, RIA Novosti e o canal de TV Zvezda, de acordo com a Roskomnadzor. Ao que parece, a TASS, uma agência de notícias estatal russa, não foi banida da plataforma.

Roskomnadzor acrescentou ainda que a proibição do Facebook é contra a lei federal russa sobre “medidas para influenciar pessoas envolvidas em violações de direitos e liberdades humanas fundamentais, os direitos e liberdades dos cidadãos da Federação Russa”.

Roskomnadzor disse à Interfax na sexta-feira que o Twitter agora é restrito em toda a Rússia. Outros detalhes não foram fornecidos.

Outras plataformas de Big Tech, como o YouTube, de propriedade do Google, também baniram veículos russos como RT e Sputnik na Europa após a invasão da Ucrânia pela Rússia a partir de 24 de fevereiro.

Enquanto isso, dentro da Rússia, o governo russo optou por proibir meios de comunicação estrangeiros, incluindo Radio Free Europe, BBC, Deutsche Welle e outros nesta semana. Parece que as respectivas lojas de aplicativos do Facebook, Twitter, Apple e Google foram todas bloqueadas durante a noite na Rússia, no dia 3 e 4 de março, segundo relatos.

A Voice of America (VOA), uma agência de notícias estatal norte-americana, disse que não obedecerá às autoridades russas depois que elas supostamente tentaram bloquear seu site em russo, a menos que remova a cobertura do conflito na Ucrânia.

Várias estações de rádio e TV russas, incluindo TV Rain e Echo of Moscow, também foram fechadas pelas autoridades russas na quinta-feira. Autoridades russas disseram que os veículos violaram uma lei que proíbe descrever o conflito na Ucrânia como uma “guerra” ou uma “invasão”.

O vice-editor-chefe da RT America, o canal estatal, confirmou que as operações da empresa nos EUA foram encerradas esta semana. No entanto, não está claro por que o canal foi encerrado, embora um apresentador de um programa de RT tenha dito que foi porque a DIRECTV e a Roku cancelaram suas plataformas de distribuição após a invasão.

“Estamos tristes e desapontados que nosso canal inovador, RT America, tenha saído do ar depois de mais de 10 anos, e que a empresa que forneceu grande parte de seu conteúdo, a T&R Productions, teve que encerrar a maior parte de suas operações, devido a desafios externos, disse Anna Belkina ao Epoch Times em um comunicado.

“No entanto, estamos trabalhando arduamente para encontrar maneiras que sua equipe, que há muitos anos produz notícias e conteúdo de programação premiados, possa permanecer dentro da família internacional da RT”, acrescentou.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas