Rússia celebra saída de tropas dos Estados Unidos da Europa

Por EFE

Moscou, 30 jul – A Rússia afirmou nesta quinta-feira que a retirada dos soldados americanos da Europa trará mais tranquilidade ao continente, já que “não há ameaças reais” para justificar a presença dessas tropas.

“Quanto menos soldados americanos houver no continente europeu, mais paz haverá na Europa”, disse o porta-voz da presidência russa, Dmitry Peskov.

O porta-voz argumentou que “após o final do confronto de blocos na época da Guerra Fria, não há perigo óbvio ou ameaça real. E você sempre pode inventar qualquer número de ameaças ‘efêmeras'”.

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Mark Esper, informou ontem que vai retirar 11,9 mil soldados da Alemanha, dos quais 5,6 mil serão transferidos para outros países da Otan, principalmente Bélgica e Itália, e outros 6,4 mil retornarão ao país, como parte do plano do presidente Donald Trump.

“Este é um assunto interno dos Estados Unidos e das relações bilaterais entre Washington e Berlim. Não temos intenção de interferir nessas relações”, disse Peskov.

 

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas