Ronaldinho é preso por entrar com passaporte falso no Paraguai

O mandado de prisão se estende ao irmão do ex-jogador de futebol que viajou com ele

Por Agência EFE

O Ministério Público do Paraguai ordenou a prisão de Ronaldinho Gaúcho na quarta-feira, horas depois que o ex-jogador brasileiro entrou em Assunção com um suposto “documento adulterado”, segundo o Ministério do Interior.

Promotores e a Polícia Nacional invadiram na quarta-feira o quarto de hotel onde o ex-jogador de futebol e seu irmão estão hospedados em Assunção, onde Ronaldinho planejava apresentar na quinta-feira um programa de saúde gratuito para crianças.

O ministro do Interior, Euclides Acevedo, disse a várias estações de rádio locais que a denúncia foi transmitida ao Ministério Público pela autoridade aeroportuária após a entrada no país pelo brasileiro.

Acevedo acrescentou que o mandado de prisão se estende ao irmão do ex-jogador de futebol que viajou com ele, supostamente também com um “passaporte” adulterado, embora ele não tenha dado mais detalhes sobre ele.

O ministro do Interior acrescentou que agora cabe ao promotor concluir o procedimento a ser preso pela Polícia Nacional.

 
Matérias Relacionadas