Robôs humanoides parecem cada vez mais com pessoas: novo modelo japonês é surpreendente (Vídeo)

Androide com feições femininas criado pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Japão (AIST) foi exibido pela primeira vez ao público em Tóquio em 16 de março de 2009

Por Epoch Times

Robôs humanoides não param de surpreender desde que apareceram na sociedade há alguns anos e isso ficou muito evidente na exposição robótica realizada no Japão, que atraiu mais de 270 empresas em todo o mundo e a atual amostra da filial no museu de ciências em Londres.

Um exemplo é o caso do modelo feminino de entretenimento HRP-4C que hoje já consegue caminhar com movimentos mais delicados.

Robô humanoide HRP-4C (Taro / Flickr / CC BY-SA 2.0)
Robô humanoide HRP-4C (Taro / Flickr / CC BY-SA 2.0)

O HRP-4C é um androide com feições femininas criado pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Japão (AIST). Ele foi exibido pela primeira vez ao público em Tóquio em 16 de março de 2009. Tem uma altura de 1,58 metros e pesa 43 kg.

Por sua vez, um pequeno robô modelo Robotsin mostrou seu talento com os movimentos do corpo e impressionou pela facilidade de repetir as manobras.

(Pxhere/ CCO 1.0)
(Pxhere/ CCO 1.0)

Em uma competição robótica também foi surpreendente o vídeo que mostra o robô Speedy Gonzales mais rápido do mundo.

A NASA não quis ficar de fora do ranking de robôs e esta semana, com a tecnologia internacional de vários laboratórios, lançou seu rover Curiosity que inclui um laboratório completo com capacidade de manobra para explorar terrenos, colher amostras de rochas e analisá-las no local.

Robô Curiosity Rover da NASA (Nasa / Wikimedia Commons / CCO 1.0)
Robô Curiosity Rover da NASA (Nasa / Wikimedia Commons / CCO 1.0)

Uma nova amostra dos avanços tecnológicos na fabricação de robôs tipo androides, do mesmo tipo do filme Viagem às Estrelas, poderá ser vista a partir de quinta-feira (14) em Londres na exposição Robotville, onde também se apresentará o popular robô Dora.

Embora os cientistas estejam longe de ter robôs como os do filme Guerra nas Estrelas, Hawekes aponta que “é um erro pensar que robôs humanoides como o C-3Po de Guerra nas Estrelas serão impossíveis de criar. Vamos criá-los com dispositivos cada vez mais sofisticados que poderão executar tarefas de limpeza, jardinagem e talvez culinária”.

Robô ciborgue (TheDigitalArtist / Pixabay)
Robô ciborgue (TheDigitalArtist / Pixabay)

Uma das áreas mais impressionantes é a capacidade de interação humana com o robô, diz o engenheiro, e agora os robôs podem entender não apenas a fala humana, mas também gestos e linguagem corporal, informou TNT.

(Flickr / CC BY-SA 2.0)
(Flickr / CC BY-SA 2.0)

O desenvolvimento da robótica parece não ter sempre o mesmo objetivo. A empresa chinesa Foxconn anunciou que produzirá 300 mil robôs, disse Tomshw.

A Foxconn, uma empresa que fabrica peças e partes para computadores no Ocidente e é conhecida por apresentar inúmeros casos de suicídio por mês entre seus funcionários e manter seus empregados chineses sem respeitar os direitos das pessoas em níveis questionáveis de vida.

Assista ao vídeo da robô humanoide HRP-4C:

 
Matérias Relacionadas