Robô de servir bebida antecipa atividades humanas

Pesquisadores dizem ter programado um robô para antecipar futuras ações humanas a fim de oferecer uma mão amiga ou, pelo menos, para servir cerveja.

O robô, que foi produzido pelo Laboratório de Robótica Pessoal da Universidade Cornell nos EUA, tem a capacidade de avaliar uma situação para determinar se é apropriado agir em conformidade ou não.

Num vídeo divulgado pela universidade, um robô equipado com uma câmera Microsoft Kinect 3D e uma base de dados de vídeos é mostrado observando ações humanas e tentando decidir o que fazer em seguida, incluindo abrir a porta da geladeira quando uma pessoa se aproxima dela ou servir cerveja num copo.

O vídeo mostra uma pessoa retirando o copo quando o robô serve a bebida, enquanto ele derrama a cerveja na mesa porque não “antecipou as atividades humanas”, diz a universidade.

Mas no segundo exemplo, o robô, aparentemente munido com bom dados, é capaz de prever corretamente quando o copo é retirado. O vídeo muda para a visão do robô e mostra como ele observa quando a pessoa toma uma bebida e coloca o copo de volta na posição original. O robô então derrama a cerveja no copo.

Os pesquisadores programaram o robô com um “conjunto de possíveis continuações futuras, como comer, beber, limpar, arrumar [os pratos] e, finalmente, como escolher a mais provável”, segundo um comunicado de imprensa da universidade nova-iorquina.

Durante testes, eles dizem que o robô fez previsões corretas 82% das vezes quando analisava um segundo no futuro. Ao olhar três segundo no futuro, o robô fez previsões corretas 71% do tempo e, com margem de dez segundos de previsão, ele acertou 57%.

“Mesmo que os seres humanos sejam previsíveis, eles são previsíveis apenas parte do tempo”, disse Ashutosh Saxena, professor de informática de Cornell, no comunicado.

“O futuro seria descobrir como o robô planeja sua ação. No momento, estamos programando e inserindo as respostas, mas deve haver um caminho para o robô aprender a responder”, continuou Saxena.

Em junho, pesquisadores de Cornell apresentarão seus estudos na Conferência Internacional de Aprendizado Mecânico em Atlanta. A pesquisa foi apoiada pela Microsoft, pela Fundação Alfred E. Sloan e pelo Departamento de Pesquisas do Exército dos EUA.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas