RJ aponta mais óbitos de idosos com 2 doses, mas não informa números

Tipo de imunizante "não foi relevante" na análise, diz a secretaria

Por Diário do Poder

Estudo realizado pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro constatou que houve aumento no número de mortes de idosos que tomaram as duas doses da vacina contra a covid-19.

Sem divulgar os dados estatísticos, a secretaria verificou que aumentaram as mortes de idosos com esquema vacinal completo na semana epidemiológica 22 (de 30 de maio e 5 de junho de 2021).

O tipo de imunizante não foi relevante no resultado da análise, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde.

O órgão informou ainda que é preciso que haja vacinas suficientes para fazer o reforço vacinal de idosos.

“As vacinas aplicadas no Brasil são seguras e eficazes. Reflexo disso é que houve uma redução de 65% nos óbitos de pessoas com mais de 70 anos, quando comparados os meses de janeiro e julho deste ano. Em janeiro, foram 2.440 óbitos e em julho, 849. Embora os imunizantes tenham efetivamente reduzido os óbitos em idosos, pessoas nesta faixa etária apresentam mais comorbidades e condições de saúde mais fragilizadas devido à imunossenescência, deterioração natural do sistema imunológico provocada pelo envelhecimento”, explicou a secretaria, em nota. (ABr)

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

 
Matérias Relacionadas