Reino Unido reduz nível de alerta para covid-19

Por Agência EFE

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciará nesta segunda-feira a diminuição de medidas de restrição na Inglaterra devido à pandemia, como as reuniões internas, que serão aplicadas a partir do próximo dia 17.

O dirigente conservador deverá detalhar esta tarde em coletiva de imprensa como será executada a próxima etapa do “roteiro” traçado por seu governo, com o abrandamento das regras de maior distanciamento social frente aos dados recentes sobre infecções e mortes de covid-19 registrado neste país.

De acordo com os planos do executivo, a previsão é de que grande parte das regras de distanciamento social em espaços ao ar livre sejam retiradas a partir da próxima segunda-feira, embora as reuniões com mais de 30 pessoas continuem sendo ilegais.

Também serão permitidos abraços com familiares e amigos dentro de casa, onde será aplicada a chamada “regra dos seis” – que permite encontros de até seis pessoas – e encontros entre membros de duas famílias diferentes.

Uma mulher usando uma máscara passa por uma banca de jornal do Evening Standard no centro de Londres em 8 de janeiro de 2021, quando a Inglaterra entra em um terceiro bloqueio devido ao COVID-19 (Tolga Akmen / AFP via Getty Images)

Prevê-se também a retomada das atividades no interior de empresas hoteleiras, como pubs e restaurantes, e a reabertura de locais de entretenimento como cinemas ou parques infantis; retomada das aulas de ginástica e esportes em grupo adulto.

Outras diretrizes que Johnson deve confirmar após analisá-las durante uma reunião matinal com membros de seu gabinete também incluirão permitir que até 30 pessoas participem de casamentos, recepções e funerais.

Consumidores sentados em um restaurante na hora do almoço em Londres, Inglaterra, em 29 de abril de 2021 (Daniel Leal-Olivas / AFP via Getty Images)

O governo acredita que os dados mais recentes sugerem que o relaxamento das regras a partir de 17 de maio não causará uma recuperação nas infecções.

De acordo com os dados mais recentes, um terço dos adultos no Reino Unido já está totalmente vacinado contra covid -19 -17.669.379 receberam as duas doses da preparação-, o equivalente a 33,5% de todas as pessoas com mais de 18 anos de idade.

“O roteiro continua, nosso programa de vacinação bem-sucedido continua, mais de dois terços dos adultos no Reino Unido já receberam a primeira vacina e podemos antecipar uma redução cautelosa, mas irreversível”, disse Johnson.

O governo indicou que as taxas de infecção no país estão agora no nível mais baixo desde setembro passado e que as internações hospitalares devido à doença continuam diminuindo.

Os últimos dados revelados neste domingo apontam para duas novas mortes por infecções covid-19 e 1770 contágios em 24 horas.

 
Matérias Relacionadas