Reino Unido mantém confinamento após chegar a 30.615 mortes por Covid-19

Por EFE

Londres, 7 mai – O governo do Reino Unido informou nesta quinta-feira que o confinamento no país será mantido, embora o primeiro-ministro, Boris Johnson, deva anunciar no próximo domingo o plano de flexibilização de algumas das medidas.

O Reino Unido registrou hoje 539 novas mortes por Covid-19, elevando o número total para 30.615 óbitos em hospitais e residências, mantendo o país como o mais castigado pela pandemia na Europa.

Na entrevista coletiva diária, o ministro das Relações Exteriores britânico, Dominic Raab, afirmou que o país está pronto para passar para a próxima fase do confinamento, o que pode significar o fim de algumas restrições, diminuindo para entre 0,5% e 0,9% a taxa de infecção, ou seja, o número de pessoas que podem ser infectadas quando o vírus for contraído.

Raab acrescentou que o número de novas infecções (existem mais de 200 mil casos confirmados) e as mortes diárias também “têm diminuído constantemente”, mas enfatizou que o vírus “ainda não foi derrotado, continua sendo mortal e infeccioso”, lembrou, pedindo em seguida para que a população siga cumprindo as medidas de confinamento.

Ele afirmou que no domingo Johnson detalhará o “roteiro” que será aplicado a partir do dia seguinte, embora tenha evitado confirmar se as medidas indicadas pela imprensa para autorizar o retorno à atividade de alguns setores ou a possibilidade de praticar esportes mais do que uma vez por dia serão aprovadas.

“Neste fim de semana, o primeiro-ministro estabelecerá os próximos passos que podemos dar de forma responsável nas próximas semanas, orientados por conselhos científicos e conscientes, como dissemos desde o início, de tomar as decisões certas no momento certo”, disse Raab.

De qualquer forma, o ministro afirmou que qualquer alteração será baseada nos dados e acontecerá de forma “modesta, pequena, progressiva e cuidadosamente supervisionada”, pois se houver novo aumento nas infecções, existe a opção de reforçar as restrições novamente.

O Reino Unido realizou 86.583 testes nas últimas 24 horas, abaixo da meta do governo de 100 mil por dia.

 
Matérias Relacionadas