Região mais seca da China sofre inundações e parte de um dos maiores desertos se transforma em lago

Por Nicole Hao

As enchentes afetaram o maior e mais seco deserto da China, Taklamakan, e criaram um enorme lago do tamanho de 42.000 campos de futebol. A estatal de petróleo e gás Sinopec anunciou que a inundação do deserto submergiu cerca de 50 veículos de exploração de petróleo e 30.000 equipamentos.

“A área total inundada é de mais de 116 milhas quadradas e afetou seriamente a produção e exploração do campo de petróleo”, de acordo com um porta-voz da Sinopec, informou a mídia estatal chinesa Observer em 31 de julho.

O Observer relatou que a enchente danificou as estradas construídas pela Sinopec para a produção de óleo e gás no deserto, além disso, com a enchente os postes telefônicos acabaram inclinados em diferentes direções.

Os funcionários da Sinopec que trabalham no campo de petróleo são os únicos que vivem no deserto agora inundado, além deles não há moradores regulares.

Trabalhadores cavam um poço subterrâneo de água no deserto de Taklamakan, fora da cidade de Tazhong, condado de Qiemo, região noroeste da China de Xinjiang, em 13 de setembro de 2003 (Frederic J. Brown / AFP via Getty Images)

Inundação no deserto

Sinopec compartilhou um vídeo em sua conta oficial da rede social chinesa Weibo em 29 de julho. As imagens mostraram que a enchente submergiu o deserto plano, onde não há rios e não há lugar para escoar a água.

Um funcionário da Sinopec disse ao Caixin em 30 de julho que as enchentes começaram em meados de julho devido a fortes chuvas e que a água não se dissipou completamente depois que as chuvas diminuíram. Pior ainda, as temperaturas relativamente altas da região causaram o derretimento da neve e do gelo da montanha Tianshan, levando ao aumento das inundações no deserto.

Um funcionário da Sinopec disse que as areias do deserto infiltram-se bem e que ele e seus colegas acreditavam que a água desapareceria em breve. “Depende de chover nos próximos dias”, acrescentou.

Outro funcionário da Sinopec disse à estatal chinesa Jiemian que todos os equipamentos inundados poderiam ser consertados após a inundação.

Um visitante no deserto de Taklamakan, próximo ao condado de Yutian, na região de Xinjiang, na China, em 12 de outubro de 2006 (Guang Niu / Getty Images)

O deserto Taklamakan está localizado no sul da região de Xinjiang e é cercado pelas montanhas Kunlun ao sul, Tianshan ao norte, as montanhas Pamir a oeste e o deserto de Gobi a leste. O deserto cobre uma área de 130.000 milhas quadradas, um pouco maior que o tamanho do Novo México.

A região inundada fica na parte norte do deserto, perto de Tianshan.

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

Veja também:

 
Matérias Relacionadas