Queiroga diz que ‘logo, logo’ não será preciso usar máscara

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou na última segunda-feira (26) que “logo, logo” não será mais preciso o uso de máscara facial no Brasil.

“Está caminhando. À medida que o número de óbitos diminui e a gente avança na campanha de vacinação, logo, logo não precisaremos mais de máscara”, afirmou o ministro.

A declaração de Queiroga ocorreu após ser questionado pela imprensa sobre um estudo encomendado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, para retirar a obrigatoriedade da máscara de quem já foi infectado ou vacinado contra o vírus chinês.

“Enquanto eu for presidente, nós vamos lutar para que o cidadão de bem tenha armas e seja desobrigado a usar máscara, com o parecer do Ministério da Saúde favorável nesse sentido”, disse o líder do Executivo em 17 de junho.

O analista político Italo Lorenzon, durante o Boletim da Manhã de quinta-feira (29), ressaltou que o coronavírus nunca mais vai embora, mas vai continuar existindo no dia a dia da população mundial.

“Temos uma tendência de queda vertiginosa. Essa pandemia está passando já, essa é a realidade. Acho até que tem o papel na vacina nisso, sim, goste ou não, (…)  mas vai continuar convivendo com a gente e precisamos aprender a lidar com mortes esporádicas”, pontuou Lorenzon.

Entre para nosso canal do Telegram.

Siga o Epoch Times no Gab.

Veja também

 
Matérias Relacionadas