Quedas de energia em Taiwan deixam 5 milhões sem luz e internet

“Tudo precisa de mais provas e investigações, o que requer evidências”, afirmou oficial do governo

Por Katabella Roberts

Quedas de energia generalizadas foram relatadas em Taiwan na manhã de quinta-feira, deixando milhões no escuro após um suposto acidente em uma usina de energia na parte sul do país.

Os apagões começaram por volta das 9h de quinta-feira e impactaram as áreas de Taipei, Nova Taipei, Hsinchu, Taichung, Tainan, Kaohsiung, Changhua, Keelung, Taoyuan, Hualien e Miaoli, segundo relatos locais.

De acordo com a Taiwan Power Company (Taipower), as interrupções foram causadas por uma falha de equipamento na Usina Hsinta, na cidade de Kaohsiung, que fornece cerca de um sétimo da energia de Taiwan.

Funcionários da Taipower afirmaram ao Taiwan News que o mau funcionamento do equipamento na planta no distrito de Yong’an, na cidade de Kaohsiung, causou um “desequilíbrio” na rede elétrica do sul que, por sua vez, acionou o mecanismo de autoproteção da Subestação Longci para se desconectar da rede.

Isso causou uma “perda instantânea de 10,5 milhões de watts”, afirmou a empresa a meios de comunicação locais, e levou o mecanismo de autoproteção das usinas de energia no sul de Taiwan a se desconectar da rede sul, levando os mecanismos de proteção da rede norte e central a se desconectarem. Isso também criou quedas de energia generalizadas no centro e no norte de Taiwan.

O Epoch Times entrou em contato com a Taiwan Power Company para comentários.

“Espera-se que o fornecimento normal de energia esteja disponível antes do meio-dia e que o fornecimento de energia seja retomado no sul ao meio-dia”, declarou a Taiwan Power Company na quinta-feira.

A Netblocks, uma organização de vigilância que monitora a segurança cibernética e a governança da internet, afirmou no Twitter que as interrupções deixaram grande parte do país sem internet, incluindo sua capital, Taipei.

“Confirmado: uma queda de energia derrubou a conectividade com a internet em grande parte de #Taiwan, incluindo Taipei; dados de rede em tempo real mostram conectividade nacional caindo para 68% dos níveis normais a partir das 9h, horário local; incidente em andamento”, declarou a organização.

O presidente da Taipower, Chung Bin-li , disse que cinco milhões de residências foram afetadas pela falta de energia.

A falta de energia ocorreu junto com a chegada do ex-secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, a Taipei na noite de quarta-feira, para uma visita de quatro dias ao país onde deveria se encontrar com a presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen.

O ex-secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, se pronuncia durante a Conferência de Ação Política Conservadora no Rosen Shingle Creek em Orlando, na Flórida, no dia 25 de fevereiro de 2022 (Joe Raedle/Getty Images)
O ex-secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, se pronuncia durante a Conferência de Ação Política Conservadora no Rosen Shingle Creek em Orlando, na Flórida, no dia 25 de fevereiro de 2022 (Joe Raedle/Getty Images)
A presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen (E), acena para um caça F-16 V atualizado de fabricação americana enquanto o ministro da Defesa, Chiu Kuo-cheng, observa durante uma cerimônia na Força Aérea de Chiayi no sul de Taiwan em 18 de novembro de 2021 (Sam Yeh / AFP por meio de imagens Getty)

Um porta-voz de Tsai disse que a transmissão ao vivo programada de sua reunião com Pompeo teve que ser temporariamente cancelada como resultado das quedas de energia.

Tsai ordenou uma investigação sobre as interrupções.

No entanto, as autoridades afirmaram que a energia deve começar a ser restaurada no sul de Taiwan a partir do meio-dia.

Embora a falha do equipamento na Usina Hsinta tenha sido citada como a razão para as interrupções, o porta-voz do gabinete Lo Ping-cheng disse que as autoridades não podem descartar a possibilidade de que a usina tenha sido invadida

“Tudo precisa de mais provas e investigações, o que requer evidências”, declarou Ping-cheng.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas