Primeiro simpósio sobre saúde pública e armazenamento de dados no RJ

Big Data é um conceito no qual o foco é o grande armazenamento de dados e maior velocidade
SB-Big-Data
Big Data é um conceito no qual o foco é o grande armazenamento de dados e maior velocidade (reprodução)

Com inscrições sendo encerradas na próxima segunda-feira (7/10), será realizado nos dias 24 e 25 de outubro, o 1º Simpósio em Big Data e Saúde Pública – um evento organizado pelo Programa de Computação Científica (PROCC) e pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica (Icict), ambos da Fiocruz, pela Escola de Matématica Aplicada (Emap) da  Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e que conta com o apoio do IBGE e do Datasus. O simpósio, que é aberto a pesquisadores e gestores de saúde, além de instituições produtoras e usuárias de grandes volumes de dados, terá todas as palestras em inglês, e contará com especialistas estrangeiros como Carl Kopescharr, da De Grote Griepmeting, da Holanda, Sander van Noort, do Instituto Gulbenkian de Ciência, de Portugal, e Trevor Bailey, da Universidade de Exeter, do Reino Unido; e também com pesquisadores nacionais, dentre eles, Cristina Guimarães (Icict/Fiocruz), Ronaldo Lemos, da FGV, e Renato Assunção, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), dentre outros.

A relevância do tema se dá pela quantidade de dados que são coletados e armazenados pelos diversos sistemas de informação do setor de saúde no Brasil e no mundo, que ultrapassam a capacidade de análise humana. Estes dados são importantes para delinear o perfil de saúde da população, compreender suas necessidades e planejar recursos. Mas, para isso, é importante trabalhar os dados de forma agregada e integrada, conforme explica um dos organizadores do evento, o pesquisador do Icict Christovam Barcellos, “uma vez que a pessoa que se interna, em algum momento ficou doente, foi ou não diagnosticada e tratada pelos serviços de saúde, e mora em um determinado lugar que impõe condições de vida e saúde. Sem esta visão contextualizada, não podemos identificar os riscos e os recursos que podem ser usados na prevenção e promoção de saúde”.

O simpósio contará com três áreas temáticas: Data sources and their availability. Current status and challenges, Data analysis e Big Data Applications in Public Health. Serão tratados assuntos relacionados a problemas de acesso, disponibilização e geração de dados de saúde. Além disso, será discutido o uso de tecnologias de informação para a sistematização e análise de grandes volumes de dados. Isto envolve problemas computacionais e o desenvolvimento de técnicas de análise, como a “linkagem” de bancos de dados, a estatística espacial, a mineração de dados de saúde, dentre outros.

Por ser o primeiro simpósio sobre o tema, há muitas expectativas, conforme afirma Barcellos, “esperamos poder recolher depoimentos sobre a situação atual dos grandes bancos de dados de saúde, discutir propostas de projetos que representem um salto de qualidade no tratamento destes dados, desde o seu fluxo até o emprego de técnicas de análise. O Datasus, por exemplo, já vem conversando com o Icict sobre projetos nesta área”.

O 1º Simpósio em Big Data e Saúde Pública ocorrerá de 9h às 17h, e será realizado na sede da FGV, que fica na Praia de Botafogo, 90, no auditório, que fica no 12º andar. Os interessados em fazer a sua inscrição e obter outras informações devem acessar aqui o site do simpósio.

Serviço
Evento: 1º Simpósio em Big Data e Saúde Pública (palestras em inglês)
Data: 24 e 25/10/2013 – 9h/17h
Inscrições de trabalhos: até 7/10, no site do simpósio
Local: Praia de Botafogo, 90 / 12º Andar – Auditório, Botafogo – RJ

Esse conteúdo foi originalmente publicado no site da Agência Fiocruz de Notícias.

 
Matérias Relacionadas