Presidente das Filipinas ameaça com prisão qualquer pessoa que rejeite a vacina covid-19

Por Agência EFE

O presidente das Filipinas , Rodrigo Duterte , ameaçou mandar para a prisão aqueles que se recusarem a receber a vacina covid-19, enquanto o país ainda luta para conter seu pior surto.

“Se você não quiser ser vacinado, vou prendê-lo e injetá-la em suas nádegas”, disse Duterte, conhecido por sua falta de educação, na noite de segunda-feira, durante um discurso transmitido pela televisão.

“Você decide, pega a vacina ou te coloco na prisão”, ameaçou o presidente, segundo o portal de notícias Rappler.

Embora a vacinação seja voluntária nas Filipinas, o presidente indicou que buscará meios legais dentro da atual lei de emergência para encontrar uma maneira de forçar a população a receber a dose do medicamento.

O alerta do presidente, que insistiu que ele agirá “dentro da lei”, vem em função dos baixos registros de vacinação no arquipélago filipino, onde 1,36 milhão de casos foram registrados desde o início da pandemia, incluindo mais de 23.600 mortos.

Muitos filipinos estão relutantes em se vacinar após a polêmica desencadeada em 2016 devido a vacina contra a dengue promovida pelo governo entre as crianças e que posteriormente aumentou o risco de sintomas graves em pacientes que não haviam sofrido a doença antes ou no passado.

Até o momento, o país conseguiu vacinar apenas 2,1 milhões de pessoas com a dose completa, dos quase 110 milhões de habitantes do país.

A meta das autoridades é vacinar 70 milhões de pessoas até o final do ano.

Entre para nosso canal do Telegram.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas