Preparem-se para a guerra, pede Xi Jinping a militares

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

O ditador da China, Xi Jinping, pediu às tropas que “coloquem todas as suas mentes e energia na preparação para a guerra em uma visita a uma base militar na província de Guangdong na terça-feira (13/10), segundo a agência de notícias estatal Xinhua.

O chefe do Partido Comunista também pediu que a caserna mantenha-se em “estado de alerta máximo” e que seja leal e confiável ao governo.

O principal objetivo da visita de Jinping a Guangdong foi o de fazer um discurso em comemoração ao 40º aniversário da Zona Econômica Especial de Shenzhen. Ela foi criada em 1980 para atrair capital estrangeiro e desempenhou um papel vital em ajudar a economia da China a se tornar a segunda maior do mundo.

Contudo, o presidente foi ao local num momento em que as tensões entre o país oriental e os Estados Unidos atingiram o ápice da tensão, com divergências sobre Taiwan, a pandemia de coronavírus e denúncias de espionagem chinesa em território norte-americano.

A Casa Branca notificou o Congresso dos EUA, na segunda-feira (12/10), de que estava planejando avançar com a venda de três sistemas de armas avançadas para Taiwan, incluindo o avançado Sistema de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade.

Acuado, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, pediu a Washington que “cancelasse imediatamente qualquer plano de venda de armas para Taiwan” e cortasse todos os “laços militares entre os EUA e Taiwan”.

 

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também:

 
Matérias Relacionadas