Ex-prefeito de Nanjing, aliado do ex-líder Jiang Zemin, é indiciado por suborno

O ex-prefeito de Nanjing, capital da província oriental chinesa de Jiangsu, foi indiciado por receber suborno, segundo a Procuradoria Central em 17 de dezembro. O ex-prefeito é um aliado próximo do ex-líder chinês Jiang Zemin, e o indiciamento do prefeito foi acompanhado por uma sugestão do regime que Jiang também será alvo da campanha anticorrupção que vem derrubando vários de seus aliados.

Ji Jianye é acusado de usar seu cargo e poder no governo para tomar inúmeras propriedades de outras pessoas e de promover os interesses ilegítimos de outros, afirmou a Procuradoria Central em seu website. O caso de suborno de Ji foi transferido para a Procuradoria da cidade de Yantai para exame e processamento.

Ji Jianye foi detido em outubro de 2013 e expulso do Partido Comunista Chinês (PCC) em janeiro de 2014. Ele foi colocado sob investigação criminal em fevereiro.

Ji é um confidente do ex-líder chinês Jiang Zemin. Antes de se tornar prefeito de Nanjing, Ji serviu por oito anos como funcionário do governo na cidade vizinha de Yangzhou, que é também a cidade natal de Jiang Zemin. Com a ajuda de Jiang, Ji foi promovido ao longo dos anos e Jiang também o teria ajudado nos bastidores do poder em Nanjing.

Após Ji ser demitido por corrupção, a mídia estatal chinesa Xinhua publicou um artigo de blog intitulado “Afinal, quem apreciava Ji Jianye?”, que apontava para Jiang Zemin.

Entre os funcionários derrubados pela campanha anticorrupção liderada pelo atual líder chinês Xi Jinping, a maioria pertence à facção de Jiang Zemin, incluindo funcionários do alto escalão, como Bo Xilai, ex-prefeito de Chongqing; o ex-chefe da segurança Zhou Yongkang; e Xu Caihou, ex-vice-presidente do Comitê Militar Central.

À medida que os aliados mais próximos de Jiang Zemin são caçados um após o outro, sua vez de ser acusado e julgado se aproxima.

 
Matérias Relacionadas