Porcos-espinhos órfãos não aceitam leite de mamadeira ou seringa, mas mãe adotiva improvável aparece para salvá-los

Quando a necessidade requisitou uma mãe que ela nutrisse seres que não eram dela, esse animal peludo assumiu esse papel, conforme visto neste vídeo reconfortante.

Em alguns casos raros, outros animais adotam uma espécie que não é a sua. Eles vão alimentar, cuidar e proteger do perigo esses animais órfãos.

Esse tipo de fenômeno é comum entre animais domesticados. Além disso, desde que haja um benefício mútuo entre as espécies, um animal adotará alegremente filhotes que não são seus.

Veja, por exemplo, esses oito jovens porcos-espinhos, também conhecidos como ouriços-terrestres ou ouriços-cacheiros, que perderam a mãe num acidente de carro. Seus dias estavam contados porque eles continuavam se recusando a se alimentar por meio de mamadeira ou seringa. Então, para impedi-los de morrer de fome, seus cuidadores foram em busca de uma potencial ama de leite no Zoológico de Sadgorod, na cidade russa de Vladivostok.

Por sorte, a gata Musya ainda tinha leite nela, então ela acolheu os pequenos bichinhos. E felizmente para todos, os oito filhotes aceitaram-na imediatamente.

Embora Musya às vezes ronronasse devido a seus espinhosos filhos adotivos, ela e os jovens ouriços parecem se dar muito bem. A mãe adotiva não está apenas disposta a compartilhar seu leite com os pobres animais, mas também está disposta a dar-lhes atenção durante a noite.

A relação entre Musya e os ouriços pode ser possível por causa da oxitocina, que é um hormônio de ligação produzido pelo parto.

Se você quiser saber mais sobre essa ama de leite improvável e seu relacionamento com esses ouriços adoráveis, não deixe de confirir o vídeo.

Crédito do vídeo: Ruptly

 
Matérias Relacionadas