População vai às ruas em diversos estados para defender o presidente da República Jair Bolsonaro

Por Brehnno Galgane, Terça Livre

Em diversas cidades brasileiras, no sábado (1), a população foi às ruas para defender o presidente da República, Jair Bolsonaro. Enchendo as ruas de verde e amarelo, os manifestantes também apoiaram a medida de voto impresso para as eleições de 2022.

Foram registradas manifestações em pelo menos oito estados e no Distrito Federal. Sob os gritos de “eu autorizo, presidente”, os manifestantes percorreram várias ruas e avenidas pelo Brasil, utilizando-se de passeatas e carreatas. Nenhum tumulto ou briga foi registrado até o momento.

Em Brasília, manifestantes ocuparam o gramado do Congresso Nacional. Inicialmente, a Esplanada dos Ministérios estava fechada, mas por conta da grande quantidade de carros e possível congestionamento que poderia causar, o local foi aberto para a carreata pró-governo.

Alguns parlamentares, como os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), Caroline de Toni (PSL/SC), Alê Silva (PSL/MG) e o Sargento Fahur (PSD/PR), além do ministro da Defesa, Braga Netto, participaram da manifestação no Distrito Federal. O presidente Jair Bolsonaro, acompanhado do ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, sobrevoou o protesto.

Também ocorreram manifestações em Recife, Belém, Salvador, Natal, Fortaleza, Belo Horizonte e cidades do interior como Campinas (SP), Limeira (SP) e Ipatinga (MG).

O Dia do Trabalho, geralmente tomado por manifestações de esquerda, teve diversos movimentos conservadores nas ruas neste ano. O presidente Bolsonaro comemorou a mudança das manifestações de 1° de Maio.

“Essa questão [das comemorações do 1º de maio] mudou hoje e bastante. Hoje estamos tendo o prazer e a satisfação de ver bandeiras verde e amarela por todo o nosso país, homens e mulheres que trabalham de verdade, que sabem que o bem maior que podemos ter é a liberdade, e com a união dessas pessoas de bem podemos aproveitar esse nosso direito”, declarou o presidente.

“No passado, nesta data, no 1º de Maio, o que mais víamos no Brasil eram camisas e bandeiras vermelhas tremulando como se aqui fosse um país socialista”, completou Jair Bolsonaro.

Nas redes sociais, apoiadores do governo postaram vídeos e fotos com as carreatas e manifestações. A tag “#EuAutorizoPresidente” chegou a ficar como o assunto mais comentado no Twitter neste sábado (1), atingindo mais de 336 mil tuítes. Já a grande mídia pouco noticiou a manifestação popular.

 
Matérias Relacionadas