Polícia da China prende estrela pop canadense-chinesa Kris Wu sob suspeita de estupro

Por Agência EFE

A polícia local de Pequim deteve o cantor e ator chinês-canadense Kris Wu, muito popular na China, por suposto estupro e por enganar mulheres – algumas delas menores – para fazerem sexo, informou a imprensa local.

De acordo com um comunicado da Polícia de Pequim divulgado na noite de sábado na rede social Weibo (equivalente ao Twitter), Wu “repetidamente enganou mulheres jovens para fazer sexo com elas” e também é “suspeito de estupro”.

Muitos usuários desta rede social, onde Wu tinha mais de 50 milhões de seguidores, pediram uma investigação “imparcial” e “punição grave” para o cantor de 30 anos.

O escândalo estourou no final de julho, quando a influente estudante Du Meizhu acusou, em uma entrevista ao portal de notícias local NetEase, que Wu a estuprou há dois anos, quando ela tinha 17 anos.

De acordo com Du, o cantor traiu jovens que queriam se tornar atrizes e as embriagou para fazer sexo com elas. A estudante garantiu que o número de vítimas é superior a oito mulheres e que várias são menores.

Por sua vez, o cantor afirmou que as acusações são “forjadas”, apesar de mais de 10 marcas que o patrocinaram romperem com ele, incluindo a plataforma de difusão de música Yunting ou a empresa de produtos cosméticos Kans.

De acordo com meios de comunicação como o portal Caixin, a denúncia de Wu colocou mais uma vez o movimento ‘#MeToo’ no centro das atenções na China, país no qual o movimento não se enraizou em parte devido à dificuldade do sistema jurídico em provar alegações de assédio sexual.

Entre para nosso canal do Telegram.

Siga o Epoch Times no Gab.

Veja também

 
Matérias Relacionadas