Plantas ‘fazem matemática’ para viver, diz estudo

Plantas fazem matemática? Um estudo descobriu que as plantas “fazem matemática” para garantir que terão nutrientes suficientes para passar a noite.

O Centro John Innes da Grã-Bretanha descobriu que as plantas fazem ajustes sobre quanto consomem de amido para evitar a fome durante a noite, quando não há energia solar nesse período, informou a Reuters.

“Esse é o primeiro exemplo concreto de um processo biológico fundamental de sofisticado cálculo aritmético”, disse Martin Howard, um matemático do Centro, à agência de notícias.

Constatou-se que mecanismos nas folhas calculam o estoque de amido da planta para estimar quanto precisarão usar até o amanhecer chegar.

“Os cálculos são precisos para que as plantas possam evitar a inanição e usar mais eficientemente seus alimentos”, disse o coautor Alison Smith, num comunicado obtido pela Discovery News. “Se o amido estocado for utilizado muito rápido, as plantas minguarão e pararão de crescer durante a noite. Se as reservas forem usadas muito lentamente, parte do amido será desperdiçada.”

Informações sobre a quantidade de luz solar vêm do relógio interno da planta, que a Reuters apontou ser semelhante ao relógio biológico do corpo humano.

“Entender como as plantas continuam a crescer no escuro pode ajudar a desenvolver novas e melhores maneiras de aumentar a produtividade das culturas”, disse Smith à Reuters.

Esse mecanismo das plantas não é algo feito conscientemente, disseram os cientistas, mas resultado de uma reação química.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas