Perseguição aos cristãos cresce em 2019 e 2020

Por Maria Cecília Araujo Lemos, Terça Livre

O número de cristãos perseguidos cresceu no ano de 2020. No começo do ano, 600 nigerianos foram presos e executados por estarem pregando sobre o cristianismo, de acordo com a Or­ga­ni­zação Open Doors. Na China, milhares de cristãos foram mortos, fugiram ou estão sendo perseguidos.

No ano de 2019, 260 milhões de cristãos foram severamente perseguidos ao redor do globo, informou um relatório da ONG Open Doors.

A Open Doors publica anualmente relatórios sobre os países onde mais pessoas são perseguidas por conta da Fé.

No total, 260 milhões de cristãos – católicos, ortodoxos, protestantes, batistas, evangélicos, pentecostais – foram “severamente perseguidos”, contra 245 milhões em 2018, segundo a organização.

“Este aumento pode ser explicado, em particular, pela deterioração da situação da liberdade religiosa na China ao nível nacional, afetando cada vez mais regiões, e pela implantação do jihadismo na África, declarou a organização.

Apoie nosso jornalismo independente doando um “café” para a equipe.

Veja também

 
Matérias Relacionadas