Pentágono alerta que ameaça terrorista deve piorar após conquista do Afeganistão pelo Talibã

Por Jack Phillips

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos está monitorando a “reconstrução de redes terroristas” no Afeganistão  depois que o Talibã capturou Cabul e declarou vitória no fim de semana, disse um porta-voz.

Antes do Talibã ser derrubado no início dos anos 2000 pelas forças americanas, o grupo foi acusado de abrigar organizações terroristas, incluindo a Al-Qaeda e, mais tarde, a rede Haqqani.

“É muito cedo para fazer avaliações e julgamentos sobre qual será a ameaça do terrorismo no Afeganistão daqui para frente”, disse o secretário de imprensa do Pentágono, John Kirby, a repórteres na segunda-feira. “O secretário certamente acredita que, à luz dos acontecimentos recentes, é necessária uma reavaliação das possibilidades de reconstituição de redes terroristas dentro do Afeganistão.”

O fracasso catastrófico do governo afegão em lutar contra o Talibã para criar as condições para as negociações de paz aumentou o risco de terroristas de outros países irem para o Afeganistão. O Talibã, uma organização islâmica, compartilha uma ideologia semelhante à da al-Qaeda, al-Shabaab e outros grupos islâmicos sunitas.

O secretário de Defesa Lloyd Austin disse aos membros do Congresso que vai reavaliar a possibilidade de redes terroristas como a Al Qaeda ou o ISIS residirem no Afeganistão, disse Kirby ao Politico . Ainda não está claro se o Pentágono pode “fazer um julgamento firme de qualquer maneira” sobre como a ameaça terrorista se desenvolverá no futuro próximo, disse ele.

Um terrorista talibã observa enquanto ele está na cidade de Ghazni, Afeganistão, em 14 de agosto de 2021 (Stringer / Reuters)

Alguns grupos terroristas designados aplaudiram a queda de Cabul nas mãos do Talibã.

“O Talibã venceu hoje após ser acusado de atraso e terrorismo”, tuitou Mousa Abu Marzouk do Hamas na segunda-feira. “Eles confrontaram a América e seus agentes e se recusaram a se comprometer com eles. Eles não foram enganados por manchetes brilhantes sobre ‘democracia’ e ‘eleições’. ”

Enquanto isso, meios de comunicação apoiados pelo Partido Comunista Chinês (PCC) elogiaram o relacionamento potencial do PCC com o Talibã. Outros veículos de comunicação do PCC usaram a retirada americana e a vitória do Talibã para denegrir a credibilidade dos Estados Unidos enquanto alardeavam o regime dominante.

A conta de relações exteriores da China no Twitter postou um comunicado à imprensa na segunda-feira dizendo que o PCC e o Talibã estariam realizando “negociações com o objetivo de formar um governo islâmico aberto e inclusivo no Afeganistão”. O Afeganistão e a região de Xinjiang na China compartilham uma pequena área de fronteira.

Kirby disse que, no momento, milhares de soldados americanos estão posicionados no Afeganistão, uma avaliação que foi repetida mais tarde pelo presidente Joe Biden, durante suas primeiras declarações sobre a captura do Talibã.

“Todas as imagens que chegam são preocupantes, e queremos fazer isso de uma forma segura, eficiente e mais ordenada possível”, disse Kirby aos repórteres. “E é por isso que, agora, nossas tropas estão focadas em criar um ambiente seguro e protegido no aeroporto e tirar a multidão de pessoas da pista e da linha de voo para que eles possam retomar. Esse é o nosso foco agora. ”

Entre para nosso canal do Telegram

Siga o Epoch Times no Gettr

 
Matérias Relacionadas