Pelo menos 20 mortos após chuvas torrenciais incomuns e inundações no centro da China

Por Frank Yue

Pelo menos 20 pessoas morreram e mais de 100.000 foram forçadas a evacuar na província de Henan, no centro da China, após três dias consecutivos de chuvas extremas que levaram a graves inundações, de acordo com relatórios.

Um meio de comunicação estatal informou que  12 pessoas morreram na madrugada desta quarta-feira. A Radio Free China informou em sua conta oficial no Twitter chinês que o número de mortos é de pelo menos 20.

Desde segunda-feira, as chuvas extremas causaram um caos massivo no tráfego, bem como suspensões ou atrasos em voos e linhas de trem de alta velocidade, de acordo com relatórios locais. Isso indica que um número desconhecido de passageiros e residentes do metrô se afogou ou foi arrastado pelas correntes de água. Carros também foram arrastados pelas ruas .

Um curto vídeo gravado na cidade de Zhengzhou, capital de Henan, localizada às margens do Rio Amarelo, mostra passageiros do metrô presos em um vagão inundado que parou de circular entre as estações das estradas Haitansi e Shakou em 20 de julho. A cidade tem mais de 12 milhões de habitantes.

Os passageiros foram finalmente resgatados. Uma testemunha no local disse que vários corpos foram retirados do vagão. Outras pessoa pareciam estar recebendo RCP.

Várias entradas de metrô também foram fechadas devido às chuvas contínuas. Isso incluía a Estação F em Shilipu East na linha 4 do metrô da cidade. Na terça-feira, os ônibus elétricos da cidade também suspenderam o serviço a partir das 14h30 locais.

Um microblog oficial local disse que a autoridade de prevenção e controle de enchentes da capital elevou o nível de resposta de emergência de II para I às 17h00.

Um homem passa por um carro submerso em 20 de julho de 2021, em uma rua inundada em Zhengzhou, província de Henan, no centro da China (STR / AFP via Getty Images)

Na terça-feira, após três dias consecutivos de chuva, cinco estações meteorológicas nacionais na província atingiram um índice recorde de chuvas desde o início de seu serviço. Estes são encontrados em Songshan (512,2 mm), Gongyi (358,9 mm), Xinmi (324,8 mm), Yanshi (290,4 mm) e Dengfeng (288,3 mm).

O nível limite de controle de enchentes foi excedido em 31 reservatórios grandes e médios em Henan. É provável que ocorram graves desastres de inundação em rios de montanha à medida que as chuvas continuam.

O nível de resposta de emergência provincial foi elevado de IV para III a partir de terça-feira às 16:00, hora local.

Segundo estatísticas oficiais, fortes chuvas afetaram mais de 140.000 pessoas em 17 condados e distritos sob jurisdição das cidades de Pingdingshan, Anyang, Jiaozuo, Sanmenxia, ​​Nanyang, Xinyang, Zhoukou e Zhumadian desde 16 de julho, com mais de 9.200 hectares de safras inundadas e perdas financeiras diretas de mais de 72 milhões de yuans (cerca de 11,1 milhões de dólares).

A estrada que leva ao vilarejo de Mihe na cidade de Gongyi foi destruída na terça-feira. Uma torre de sinal de comunicação local também foi danificada e partes dos sinais foram interrompidos.

O Centro Meteorológico Nacional da China emitiu um alerta de tempestade laranja às 10h da terça-feira, com chuvas torrenciais e aguaceiros que afetariam o norte, centro e oeste de Henan, sul de Hebei e sudeste de Shanxi, entre outras áreas. Por sua vez, previu que uma forte chuva atingiria a parte norte de Henan das 14h de terça-feira às 14h de quarta-feira, com chuvas de 250-280 mm em 24 horas.

Entre para nosso canal do Telegram.

Siga o Epoch Times no Gab.

Veja também

 
Matérias Relacionadas