Pelo menos 18 mortos e cerca de 16.000 afetados pelas chuvas no Nordeste

Chuvas de verão apesar de rápidas e fugazes causam maiores prejuízos do que as de inverno

Por Agência EFE

As fortes chuvas que atingiram o Nordeste brasileiro deixaram pelo menos 18 mortos, 286 feridos e 2 desaparecidos, além de afetar cerca de 16 mil pessoas, apenas no estado da Bahia, de acordo com um relatório da segunda-feira pelas autoridades regionais.

O Governo da Bahia, com dados da Superintendência de Proteção e Defesa Civil local, indicou que 19.580 pessoas tiveram que deixar suas casas, das quais 16.001 perderam suas casas, tendo que ficar temporariamente em alojamentos e acampamentos.

A cidade mais atingida tem sido a turística Ilhéus, no litoral sul da Bahia, que concentra a maior parte das 430.869 pessoas que de uma forma ou de outra foram atingidas, não só pela destruição de casas e negócios, mas também pelo isolamento, incapacitando o deslocamento ou recebimento de alimentos e remédios.

Na Bahia, 72 municípios se declararam em estado de emergência devido às chuvas, que nos dias extremamente quentes de verão costumam aparecer no final da tarde com trovoadas e, apesar de rápidas e fugazes, sua intensidade e força causam maiores prejuízos do que as de inverno.

Dos 72 municípios em estado de emergência, 58 deles também se encontram em “situação de crise” por dificuldades de abastecimento e acesso.

No estado vizinho de Pernambuco, a cidade mais afetada é Petrolina.

O Governo federal e autoridades locais tiveram que utilizar, além de helicópteros, barcos para resgatar pessoas isoladas, entre elas uma mulher de 102 anos, no município de Itabaúna, na Bahia.

Entre para nosso canal do Telegram

Assista também:

 
Matérias Relacionadas