Paz na Síria será discutida em Genebra em novembro

A suíça Carla del Ponte, membra da Comissão das Nações Unidas sobre a Síria, fala na ONU em Genebra (Fabrice Coffrini/AFP/Getty Images)
A suíça Carla del Ponte, membra da Comissão das Nações Unidas sobre a Síria, fala na ONU em Genebra (Fabrice Coffrini/AFP/Getty Images)

Os governos da Rússia e dos Estados Unidos devem convocar a chamada Genebra 2, que será uma conferência internacional de paz sobre a Síria, na segunda quinzena de novembro, segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros russo Serguei Lavrov.

O assunto foi tratado por Lavrov durante reunião com o secretário de Estado norte-americano John Kerry, na ilha indonésia de Bali, à margem do Fórum de Cooperação Econômica da Ásia-Pacífico (Apec). “[Chegamos a um] acordo sobre as medidas a adotar para que o governo e a oposição da Síria participem da conferência”, disse ele.

Em maio, as autoridades dos Estados Unidos e da Rússia negociaram a conferência. A ideia é que Genebra 2 retome as linhas de um acordo internacional sobre uma transição política na Síria, assinado em 30 de junho de 2012, em Genebra (Suíça), mas que não foi executado.

A crise na Síria começou em 2011 e já provocou mais de 100 mil mortes, inclusive de crianças, idosos e mulheres. Uma das preocupações das autoridades internacionais é com o uso de armas químicas. As Nações Unidas, porém, anunciaram que o arsenal de armas químicas existente na Síria começou a ser destruído ontem (6).

Esta matéria foi originalmente publicada pela Agência Brasil

 
Matérias Relacionadas