Papa doa respiradores para tratamento de pacientes com Covid-19 no Equador

Por EFE

Cidade do Vaticano, 20 jun – A Conferência Episcopal do Equador anunciou neste sábado que o papa Francisco doou dois respiradores ao país, para ajudar no tratamento de pacientes com Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com o boletim mais recente divulgado pelas autoridades equatorianas, houve 49.731 casos de infecção e 4.156 morte em decorrência da enfermidade. Além disso, outros 2.818 óbitos são considerados prováveis por Covid-19.

“O embaixador do Equador no Vaticano, José Luis Álvarez Palacio, informou a Nunciatura Apostólica que os dispositivos já deixaram o Vaticano e chegarão ao país nos próximos dias”, aponta o site da Conferência Episcopal do país sul-americano.

O site “Vatican News” ainda destacou que outras doações feitas até o momento pelo líder da Igreja Católica, que visaram melhorar o atendimento para pacientes com Covid-19 ao redor do planeta.

“O Papa enviou dois ventiladores pulmonares e vários equipamentos de proteção pessoal aos hospitais da diocese de Lecce, na Itália; outros cinco respiradores foram enviados para a cidade de Suceava, na Romênia, e outros três para Madri, na Espanha – onde outros respiradores doados pelo Papa já tinham chegado em março”, aponta texto.

Além disso, a publicação oficial do Vaticano lembra do envio de dez ventiladores pulmonares para a Síria e outros três para o Hospital São José em Jerusalém. Além de contribuição para a distribuição de kits para diagnósticos em Gaza e no Hospital da Sagrada Família em Belém.

O Hospital de Bérgamo, na Itália, localizado em uma das cidades mais afetadas pela pandemia, recebeu uma doação de 60 mil euros no início de abril.

 
Matérias Relacionadas