Os encantos do centro histórico de Montevidéu

O conjunto arquitetônico confere charme ao trecho marcante da capital uruguaia
Palacio-Salvo
Palacio Salvo, marco arquitetônico do Uruguai e um dos principais monumentos do bairro Ciudad Vieja (Getty Images)

A capital uruguaia revela a suntuosidade da arquitetura neoclássica aliada ao litoral. Há quem compare Punta Carretas e Pocitos a Miami ou Copacabana. Comparações à parte, apesar de ostentar o título de capital do país, a cidade possui um clima pacato, difícil de ser encontrado em outras capitais sul-americanas.

O centro histórico, chamado de Ciudad Vieja, abriga praças arborizadas, adornadas com importantes monumentos como a Puerta de La Ciudadela, portal que completava o muro erguido no fim do século 18 como fortificação.

As figuras históricas também ganham espaço como a imponente estátua equestre que abriga o mausoléu do general Gervasio Artigas, na parte central da Plaza Independencia. O militar lutou pela independência do Uruguai da Argentina e do Brasil, em 27 de agosto de 1828.

Nos arredores da praça está o maior símbolo de Montevidéu, o Palácio Salvo. Inaugurado em 1925 e projetada pelo arquiteto italiano Mario Palanti, também responsável por erguer o Palacio Barolo, no centro de Buenos Aires.

O traçado de estilo eclético combina elementos de diversas vanguardas arquitetônicas como os períodos renascentista, barroco e neoclássico, e marca uma época de intenso período imigratório no Cone Sul, e consequentemente, influência arquitetônica e cultural europeia.

O prédio foi considerado o maior da América do Sul, o que garantiria uma boa visão panorâmica por quem quer ter uma visão geral da cidade. O edifício não é aberto à visitação, mas há um projeto em andamento para torná-lo um mirante e o turismo agradece.

O giro pelo charmoso bairro Cuidad Vieja não pode deixar de incluir uma pausa para provar uma autêntica parrilla. O tradicional churrasco uruguaio que rivaliza com o argentino também é composto por cortes diferentes da versão brasileira.  No Mercado Del Puerto é possível provar a autêntica sem abrir mão da atmosfera histórica do bairro.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas