OPINIÃO BRASIL: Você sente que fez mais coisas boas esse ano, comparado ao ano passado?

As pessoas sentem que fizeram mais coisas boas este ano, que se tornaram melhores pessoas, é o que os repórteres do Epoch Times descobriram ao perguntar aos locais de Belém a Rio de Janeiro:

 

Você sente que fez mais coisas boas esse ano, comparado ao ano passado?

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

Belém, PARÁ

Francisco José de Oliveira Parise, 47 anos, engenheiro agrônomo

Sim. Esse ano procurei tomar mais consciência de mim mesmo. Trabalhei mais sobre mim mesmo. Pratiquei exercícios imaginativos (de meditação), que procuram afastar o medo e outras causas de tensão. Estive mais presente com minha família e investi mais na melhoria de vida.

 

 

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

Rio de Janeiro, RIO DE JANEIRO

Vitor Roma Esch, 20, estudante e estagiario de engenharia civil.

Certamente que sim. A vida me trouxe novas experiências, onde eu pude aprender com elas e pude compartilhar esse aprendizado, de uma maneira que fosse melhor para todos. Meus familiares e amigos também me trouxeram mais conhecimento, e essa interatividade me trouxe mais sabedoria para levar a vida.

 

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

São Bernardo do Campo, SÃO PAULO

Rosana Canever, 38 anos, psicóloga

Eu creio que eu tenha feito mais coisas boas, porque tive mais disponibilidade de tempo para isso. Até o ano passado, enfrentei muitos resquícios de um problema sério de saúde que minha filha teve, então eu estava muito envolvida com isso. Eu tinha feito muita coisa boa, mas tudo voltado para minha filha, minha família. Este ano, sem essa preocupação, as coisas boas que fiz foram mais extensivas. Profissionalmente, procurei me voltar para isso e me dediquei mais intensamente a isso. Consegui reconquistar boa parte da minha clientela, que eu havia perdido por conta do meu afastamento para cuidar de minha filha. Creio que isso só foi possível graças à minha dedicação, interesse, estar sempre adquirindo novos conhecimentos para poder colaborar e ajudar mais o próximo.

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

Belém, PARÁ

Vania Neu, 34 anos, professora e pesquisadora

O ano que está terminando foi repleto de acontecimentos, o primeiro e melhor de todos foi a chegada do Pedrinho, meu lindo e saudável menino. Além da maternidade desenvolvi  um grande projeto junto a uma comunidade ribeirinha próxima de Belém, um projeto solidário, onde  levamos um pouco mais de dignidade  e sustentabilidade  a familias  tradicionais, dando uma oportunidade de renda  para estas familias, via meliponicultura e o acesso a água potável em suas residências, algo que até então era uma lenda para estas familias. Além de lutar, mesmo sem sucesso, contra a aprovação do novo código florestal brasileiro e a instalação da usina hidrelétrica de Belo Monte.

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

São Paulo, SÃO PAULO

Rejane Rosenberg, 58 anos, psicóloga

Fiz  mais coisas boas este ano, porque também fiquei um pouquinho melhor como pessoa!

 

 

 

 

 

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

 

São Mateus, MARANHÃO

Francisco Brás, 53 anos, cabelereiro

Sim, eu sinto. Ajudei meu amigo a consertar o carro dele e cedi uma parte do meu terreno para minha filha construir a casa dela.

 

 

 

 

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

 

Salvador, BAHIA

Rafael Barbosa dos Santos, 24 anos, administrador

Não, pois esse ano de 2012, o tempo foi pouco, para muitos dos meus afazeres, dediquei-me e empenhei somente ao trabalho como administrador, espero ano vindouro 2013, meus projetos e sonhos tornar na certeza, mais concretos, e todos concretizados.

 

 

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

 

Rio de Janeiro, RIO DE JANEIRO

Marcos Camargo Saad, 25, estagiário de engenharia civil

Sim.

 

 

 

 

 

 

 

 

Acompanhe semanalmente o Opinião Brasil. Correspondentes do Epoch Times entrevistam pessoas pelo Brasil para entender suas vidas e perspectivas sobre a realidade local e nacional. A pergunta da próxima semana será: Qual mudança na humanidade você gostaria de ver em 2013?

Epoch Times publica em 35 países em 20 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas