OPINIÃO BRASIL: O que você busca num jornal?

Informação completa, clara e direta, sem induzir a opinião do leitor, foi o que os repórteres do Epoch Times descobriram ao perguntar às pessoas de vários  locais:

 

O que você busca num jornal?

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

Marília, SÃO PAULO
Gustavo Geiser, 33 anos, perito da Polícia Federal

Informação e opiniões bem embasadas que analisem as notícias de maneira completa. O que vejo hoje em diversos meios de comunicação é uma tentativa deliberada de apresentar apenas parte das notícias, e opiniões apenas em uma tendência, de maneira a, ao invés de informar o leitor, induzir a uma tomada de partido cega em uma dada direção. Não questiono que os jornais têm sua própria linha editorial, mas o que valorizo em um jornal é a possibilidade de confiar que a notícia apresentada possui informação abrangente, e não apenas a que interessa à ideologia do editor, permitindo assim que o leitor construa sua própria opinião.

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

São Paulo, SÃO PAULO
Gabriel Pesciallo, 30, agrônomo

Busco clareza, opinião neutra e informação direta. Atualmente, só leio o Valor e alguns artigos de escritores que eu gosto, nem perco tempo com os outros jornais. Leio também análises setoriais.

 

 

 

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

Salvador, BAHIA

Jussara Carvalho De Jesus, 43 anos, pastora
Busco mais notícias nas páginas policiais, em imóveis para alugar, e foco nos acontecimentos da minha cidade, e outras oportunidade de negócios. Afinal vivemos tempos difíceis, é lastimável, o amor de muitos está esfriando, isso faz com que venhamos a ter os olhos voltados para o valor da vida humana, é assustador, hoje mata-se, rouba-se por qualquer coisa, onde iremos chegar? Estou sempre pedindo a Deus clemência  e misericórdia, por todos esses acontecimentos. Mas tenho o resultado esperado no que procuro, então fico satisfeita com os jornais que leio.

 

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

Salvador, BAHIA

Rogério Costa Miranda, 34 anos, teólogo/juiz de paz

Como é um veículo de informação, procuro no jornal conteúdos que me deixem mais atualizado das notícias do dia-a-dia, e  coisas que  acontecem em nossa cidade, estado e no mundo. Como é um meio de comunicação de diversas  informações e seguimentos como politica, economia, violência  cidadania, habitação, através do mesmo espero estar bem informado, e que me agregue de alguma forma, e me dê segurança ao que pleiteio.  Por que digo isso? Por não ter  tempo para estar num computador, então leio jornal para  atualizar-me. Não sei o porquê, mas a parte que mais interessa é a página policial, acompanho  o nível de minha cidade. Isso na verdade é o que esta girando à minha volta como: a saída de casa, aonde  iremos, qual o veiculo mais seguro para se deslocar. Identificamos nos jornais que a violência está crescente. Teremos de tomar algumas medidas preventivas para nos proteger. A parte policial, embora triste, serve de um alerta para nos posicionarmos, para vigiar, evitar alguma tragédia, e por tudo isso que vem ocorrendo no dia-a-dia, para levantarmos uma bandeira da paz e fazermos protestos, de forma que venhamos contribuir para a diminuição de tantos acontecimentos ruins.

 

(The Epoch Times)
(The Epoch Times)

São Bernardo do Campo,  SÃO PAULO

Carlos Roberto Fumagali Fernandes, 55 anos, funcionário público

O que eu mais procuro num jornal é relativo à parte política, porque os jornais de hoje em dia falam muito basicamente sobre isso, e eu quero aprofundar mais o assunto. Saber de onde está vindo a informação, o que está sendo votado, por que aquilo está sendo votado. No esporte é a mesma coisa, a gente fica sabendo que um time de futebol ganhou um jogo, mas a gente não sabe quem participou de todo o processo, por que houve o jogo, a pontuação, tudo isso é a explicação geral sobre o produto que eu procuro, que é a informação.

 

Acompanhe o Opinião Brasil. Correspondentes do Epoch Times entrevistam pessoas pelo Brasil para entender suas vidas e perspectivas sobre a realidade local e nacional.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas