Oitavo ministro Bolsonaro testa positivo para COVID-19

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência do Brasil, Jorge Oliveira, anunciou nesta terça-feira que está infectado com o vírus do PCC (Partido Comunista Chinês), mais conhecido como novo coronavírus, com o qual se tornou o oitavo ministro do Governo da Jair Bolsonaro infectado pelo patógeno.

“Eu relato que, depois de fazer um teste” para “detectar a possível presença do vírus da COVID-19, meu resultado foi positivo”, disse Oliveira em suas redes sociais.

O ministro indicou que apresenta “sintomas leves” e que já está “isolado” e sob supervisão médica, embora tenha anunciado que continuará enviando “remotamente”.

Oliveira é o oitavo ministro do governo Bolsonaro, que também sofria da doença da qual se recuperou após quase um mês confinado, ao contratar o novo coronavírus, que já deixa mais de 95.000 mortes no Brasil e 2,7 milhões de casos.

Na véspera, o ministro da Presidência, Walter Braga Netto, confirmou seu positivo, embora seja assintomático.

Desde o início da pandemia e até 31 de julho passado, 178 infecções foram registradas entre funcionários do Palácio do Planalto, aos quais estão ligados cerca de 3.400 trabalhadores, embora atualmente metade deles exerça suas funções virtualmente ou por turnos.

Do total de casos de coronavírus na sede do governo brasileiro, 70 foram detectados apenas no último mês, segundo dados da Secretaria-Geral da Presidência.

O ministério também informou que 31 funcionários ainda estão em tratamento, enquanto o restante já foi curado da doença.

Além de Bolsonaro, uma líder conservadora brasileira, sua esposa, Michelle de Paula Firmo, também foi infectada com o patógeno.

O Brasil, com cerca de 210 milhões de habitantes, é o segundo país do mundo mais atingido pela crise da saúde, depois dos Estados Unidos e sem contar a China, e cinco meses após o primeiro caso – relatado em 26 de fevereiro – ainda não conseguiu controlar a pandemia em muitas regiões do país.

 
Matérias Relacionadas