“Obstruindo os ouvidos para roubar um sino”

Origem da expressão idiomática “掩耳盜鈴” (yǎn’ěrdàolíng)
(Zhiching Chen/The Epoch Times)

No Período das Primaveras e Outonos (771-476 a.C.) na história chinesa, conta-se que um ladrão invadiu a casa de uma família rica para roubar um grande sino. Ele tentou levá-lo carregando-o nas costas, mas o sino era muito grande e pesado demais para carregar.

Então, o ladrão encontrou um martelo e pretendia quebrá-lo em fragmentos menores para transportá-lo mais facilmente. No primeiro golpe, o sino fez um estrondo que o deixou assustado e preocupado. Assim, ele obstruiu os ouvidos esperando resolver o problema amortecendo o som. Temendo ser descoberto pela vizinhança, ele hesitou por um tempo, mas continuou, tolamente ignorando que os outros continuavam a ouvir suas atividades.

Sem dúvida, é uma ação estúpida tapar os próprios ouvidos para roubar um sino. A expressão idiomática chinesa que faz referência a esse conto é usada para se referir aqueles que se julgam inteligentes o suficiente para enganar os outros ou que pretendem fazer coisas erradas sem que ninguém saiba.

Assim, o dizer “掩耳盜鈴” (yǎn’ěrdàolíng) significa “autoengano”, pois uma pessoa tenta enganar aos outros, na verdade engana a si mesma.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas.

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas