O Shen Yun é um renascimento da cultura: Dr. Robert Malone

Por Epoch Times
08/03/2024 13:37 Atualizado: 08/03/2024 19:13

WASHINGTON, D.C.—O Dr. Robert Malone tinha visto artigos que descreviam uma companhia de artes americana como “propaganda” e decidiu que precisava ver com seus próprios olhos.

Em 27 de janeiro, ele e sua esposa, Jill, assistiram ao Shen Yun Performing Arts no The Kennedy Center Opera House.

O Shen Yun, com sede em Nova Iorque, é a principal companhia de dança clássica chinesa do mundo, com a missão de reviver 5.000 anos de civilização chinesa. Nos últimos anos, essa produção passou a ser chamada de “China antes do comunismo”, apresentando a cultura tradicional da China, inspirada no divino.

“As cores eram impressionantes. Obviamente, a coreografia é excelente, mas o mais importante é o renascimento dessa cultura e o compartilhamento dela com o mundo”, disse o Dr. Malone, que ajudou a criar a tecnologia de mRNA e, desde a pandemia da COVID, tornou-se um denunciante, defensor e líder intelectual. O Dr. Malone levantou questões de segurança pertinentes sobre o uso da proteína spike do vírus nas vacinas contra a COVID-19 e também liderou um movimento por transparência sobre essas vacinas.

A dança clássica chinesa é uma forma de arte notoriamente expressiva e bem adequada para contar histórias. Um programa típico do Shen Yun é composto por dezenas de números, incluindo várias danças baseadas em histórias.

“Claramente, havia várias histórias muito dolorosas, que foram contadas com bom gosto”, descreveu o Dr. Malone. Algumas dessas histórias eram sobre “as experiências do Falun Gong e como é viver na China moderna, algo que gosto de saber e que fiquei feliz em ver no espetáculo”.

Falun Gong é uma prática de meditação espiritual que ensina os três princípios  verdade, compaixão e tolerância. Por viverem de acordo com esses princípios tradicionais, os adeptos têm sido perseguidos pelo Partido Comunista Chinês desde 1999.

“A produção foi realmente bastante ousada, politicamente, de uma forma sutil. Mas também tinha muita esperança”, disse o Dr. Malone. “O lembrete constante do divino e da importância do divino, e o compromisso, e essas histórias de famílias, marido e mulher, e fidelidade, e valores fundamentais.”

“Li na grande mídia que esse show era propaganda”, disse ele. “Se você chama falar de tantas coisas boas de propaganda, então eu quero recebê-la.”

Reportagem de Terri Wu.

O Epoch Times é um orgulhoso patrocinador do Shen Yun Performing Arts. Cobrimos as reações do público desde o início do Shen Yun em 2006.