Número de mortes por inundações na Índia chega a 147, centenas de milhares evacuados

Por Reuters

NOVA DÉLHI / BENGALURU – O número de mortos por inundações nos estados indianos de Karnataka, Kerala e Maharashtra subiu para 147, disseram autoridades do Estado no domingo, enquanto as equipes de resgate se apressavam para evacuar moradores e as águas submergiam partes de um patrimônio mundial.

Chuvas fortes e deslizamentos de terra forçaram centenas de milhares de pessoas a se abrigarem em acampamentos de emergência, enquanto os serviços de trem foram cancelados em várias áreas atingidas pelas enchentes.

No sul do estado de Kerala, pelo menos 57 pessoas foram mortas em incidentes relacionados à chuva, enquanto mais de 165 mil pessoas estavam em campos de refugiados no estado, disseram autoridades do Estado no domingo.

India-floods
Exército e pessoal da Marinha evacuam a população afetada pelas enchentes direcionando-a para lugares mais seguros no distrito de Sangli, no estado de Maharashtra, Índia, em 10 de agosto de 2019 (Stringer / Reuters)

“Várias casas ainda estão cobertas com lama profunda de 3 a 3.5 metros. Isso está dificultando o trabalho de resgate”, disse o ministro-chefe do Estado, Pinarayi Vijayan.

Autoridades temem que as operações de resgate sejam atingidas por tempestades e chuvas previstas em algumas partes de Kerala.

No ano passado, mais de 200 pessoas foram mortas em Kerala e mais de cinco milhões foram afetadas em uma das piores enchentes ocorridas em cem anos no estado.

Em Karnataka, várias estruturas no patrimônio mundial de Hampi, uma cidade antiga, foram inundadas.

Até agora, 60 pessoas morreram em incidentes relacionados à chuva, disse o ministro-chefe do Estado, B S Yediyurappa, acrescentando que cerca de 227 mil pessoas estavam em campos de refugiados.

Enquanto Karnataka, Kerala e Maharashtra foram os mais atingidos este ano, vários outros estados, incluindo Gujarat, Assam e Bihar, também sofreram danos pesados devido às inundações.

Em Maharashtra, onde o número de mortos chegou a 30, a situação das enchentes estava melhorando, segundo a estatal All India Radio, embora as autoridades tenham dito que seria difícil restaurar os serviços ferroviários em algumas áreas atingidas pelas enchentes nas próximas duas semanas.

O principal partido de oposição do Congresso na Índia convocou o primeiro-ministro Narendra Modi a fornecer pacotes de ajuda humanitária.

Indian Prime Minister Narendra Modi
O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, participa da 10ª Cúpula dos BRICS em Joanesburgo, África do Sul, em 27 de julho de 2018 (Mike Hutchings / AFP / Getty Images)

Citando relatos da mídia, o partido do Congresso disse até agora que 446 pessoas foram mortas em seis estados atingidos por enchentes, incluindo Assam, Bihar e Gujarat.

“Apesar da enorme perda de vidas e do deslocamento causado pelas enchentes, o governo não está percebendo a gravidade da enchente”, disse o partido do Congresso em um comunicado no domingo.

Por Manoj Kumar e Gopakumar Warrier

 
Matérias Relacionadas