Novo celular Android da Motorola é revelado

Eric Schmidt, presidente da Google, faz uma ligação pelo celular Moto X da Google ainda não lançado (Kevork Djansezian/Getty Images)
Eric Schmidt, presidente da Google, faz uma ligação pelo celular Moto X da Google, que ainda não foi lançado (Kevork Djansezian/Getty Images)

Moto X, o mais novo celular Android da Motorola, foi oficialmente revelado na terça-feira passada.

“Nós começamos a pensar em smartphones, e a principal coisa que percebemos foi que eles não eram muito inteligentes”, disse Rick Osterloh, Vice Presidente Sênior de Gerenciamento de Produtos, ao ABC. “Nós vemos (que há) uma falta de inovação devido à falta de imaginação”.

O ABC News reportou que o celular, que tem uma resolução de 1280×720, será disponibilizado em versões de 16GB ou 32GB, e cada versão custará, respectivamente, 199 e 249 dólares americanos. O aparelho estará disponível até o final deste mês, de acordo com o ABC, através da AT&T, T-Mobile Verizon, Sprint, US Cellular e Best Buy. A reportagem emitida pelo ABC não diz exatamente quando o celular será lançado.

De acordo com a reportagem, é possível personalizar as cores de quase tudo no telefone, incluindo os botões, as costas e as margens. Há cerca de duas mil diferentes combinações de cores. O telefone é alimentado pela Moto X Mobile Computing e tem 2GB de memória RAM, disse o ABC.

“Eu acho que nós criamos uma incrível companhia”, disse Iqbal Arshad, o Vice Presidente Sênior do Desenvolvimento Global de Produtos da Motorola, ao New York Times. “E o Moto X representa o que somos”.

De acordo com a empresa Mashable, o telefone também é o primeiro a ser desenvolvido tanto pela Motorola quanto pela Google, que é dona da companhia. Uma grande campanha publicitária de 500 milhões de dólares vai acompanhar o lançamento do celular.

O The Times apontou que o Moto X tem uma robusta capacidade de comando de voz, ele responde rapidamente aos comandos ao escutar a voz do usuário.

“Nós queremos mudar a maneira que as pessoas fazem ligações, queremos mudar a maneira que as pessoas fazem pesquisas e queremos mudar a maneira que as pessoas navegam”, disse Arshad ao The Times. “É isso que o comando a distância permite fazer. Então nós tivemos que criar um sistema de computação móvel para fazer isso”.

Epoch Times publica em 35 países em 21 idiomas

Siga-nos no Facebook: https://www.facebook.com/EpochTimesPT

Siga-nos no Twitter: @EpochTimesPT

 
Matérias Relacionadas