‘Nove Comentários’ criam futuro melhor para China, dizem especialistas

Especialistas afirmam que os Nove Comentários sobre o Partido Comunista têm proporcionado um futuro melhor para a China. No 10º aniversário da publicação do livro, especialistas e políticos elogiaram as mudanças que ele iniciou ao inspirar mais de 185 milhões de chineses no movimento fundamental de renúncia ao Partido Comunista Chinês (PCC) e às suas associações afiliadas.

A verdade impulsiona a mudança

“Nós devemos ser muito gratos aos autores dos Nove Comentários sobre o Partido Comunista, o qual se baseou na história e denunciou a horrível verdade sobre o Partido e além disso proveu uma razão concreta para os chineses acreditarem que merecem algo muito melhor”, disse Richard Fisher, membro sênior dos Assuntos Militares Asiáticos do Centro Internacional de Estudos Estratégicos.

O sr. Fisher elogiou o fenômeno de tantas pessoas estarem renunciando ao PCC: “Somente quando os chineses entenderem que merecem algo melhor é que farão os esforços para alcançar esta nova era.”

O congressista Steve Stockman, quem está no Comitê de Assuntos Estrangeiros da Casa Branca, compareceu no dia 3 de dezembro ao fórum que acontecia no auditório do congresso, no Capitólio dos EUA.

Ele encorajou os participantes do fórum, incluindo os voluntários que ajudam os chineses a renunciarem ao PCC. “Eu percorri por esses hospitais (na China) e eram quartos apertados. Eles o chamavam de hospitais de transplantes. E eu disse: ‘Vocês estão fazendo transplantes de órgãos?’ Eles disseram: ‘Não, não. É apenas transplante de tecidos fetais…’ Eu não sei se isso era verdade. Mas eu sei de uma coisa que é verdade. Se ficarem em silêncio, mais pessoas serão prejudicadas. Mais pessoas serão aprisionadas. Silêncio não é uma opção.”

Yu Songping, um residente de Maryland quem se ofereceu para apresentar os Nove Comentários para os turistas chineses no Shopping Nacional toda semana, lembrou que quando vieram para os EUA há 22 anos ele tinha acesso à informação independente sobre os “verdadeiros acontecimentos na China contemporânea”.

“Eu fiquei atônito com o que encontrei. O que eu aprendi na escola na China estava totalmente errado” Eu estava furioso por ter sofrido lavagem cerebral pelo PCC ao longo de tantos anos. Eu estava muito triste e sem esperanças devido a nós chineses estarmos sob controle do regime e por estarmos sendo enganados por sua propaganda.”

Após ter lido os Nove Comentários, eu pensei: “Deve haver algo que eu possa fazer e eu vou fazer. Este livro pode despertar os chineses da manipulação do PCC. Se mais pessoas lerem o livro, mais pessoas saberão a verdade e isto trará esperança para a China.” O sr. Yu tem sido este agente de transformação por anos.

Reavivando valores tradicionais da cultura chinesa

Palestrantes compartilharam seus entendimentos que o PCC não significa o mesmo que a China e os Nove Comentários capacitam esta separação e reavivam a cultura tradicional chinesa.

Jonh Nania, editor chefe da edição inglesa do Epoch Times disse: “Os Nove Comentários mostram o caminho para separar o Partido do país. O caminho é retomar aos valores tradicionais da cultura chinesa, tais como aqueles ensinados pelo Falun Gong: verdade, compaixão e tolerância.

“Apesar da violência, tortura e força genocida aplicada por Jiang Zemin e o PCC, os praticantes do Falun Gong têm resistido pacificamente por mais de 15 anos. Eles servem como um exemplo para os chineses e inclusive servem às pessoas por mostrar sua nobreza e a indestrutibilidade de valores tradicionais.”

Wei Jiangsheng, chefe da Fundação Weijingsheng e renomado ativista pelos direitos humanos, atribuiu aos Nove Comentários e ao movimento dos chineses de renúncia às associações do Partido Comunista a denominação de um movimento que reconstrói a moralidade na sociedade chinesa.

Ele disse que a maioria dos chineses não está contente devido à queda da moralidade da sociedade. Entretanto, os Nove Comentários têm inspirado a consciência das pessoas, que estavam soterradas devido às campanhas políticas violentas do regime comunista. O PCC destruiu a cultura tradicional chinesa mas não teve sucesso em substituí-la pela cultura comunista. Desta forma, o livro ajudou os chineses a atingirem liberdade espiritual e estabelecerem uma base para o futuro da China.

 
Matérias Relacionadas