Ex-aeromoça e guarda-costas da realeza se torna rainha da Tailândia

Por Reuters

BANGKOK – A Tailândia tem uma nova rainha a tempo da coroação do rei Maha Vajiralongkorn, com elaboradas cerimônias budistas e brâmanes neste fim de semana, em Bangkok.

O rei de 66 anos se casou inesperadamente com a vice-comandante de sua unidade pessoal de guarda-costas, na quarta-feira, em uma cerimônia surpresa, dando a ela o título de Rainha Suthida Vajiralongkorn, na Ayudhaya.

Espera-se que Suthida, de 40 anos, participe de alguns dos eventos de coroação.

Aqui estão alguns fatos sobre a nova rainha do departamento doméstico do palácio, dos antigos decretos reais e da mídia:

– Ela nasceu em 3 de junho de 1978, como Suthida Tidjai.

– Ela se formou na Universidade de Assumption, uma universidade privada em Bangkok, com um diploma de bacharel em artes da comunicação em 2000, de acordo com o jornal Thai Rath.

– Ela trabalhou como comissária de bordo na Thai Airways, antes de ingressar na unidade de proteção do então príncipe herdeiro, Vajiralongkorn.

– Criticar ou insultá-la é um crime sob as leis da Tailândia, que punem até 15 anos de prisão. O rei, a rainha, o herdeiro do trono e o regente são cobertos pela lei.

– Ela já ocupou o posto de general no Exército Real da Tailândia antes de seu casamento, tendo sido promovida ao cargo em dezembro de 2016 pelo rei Vajiralongkorn, por decreto real, pouco depois de assumir o trono após a morte de seu pai, o rei Bhumibol Adulyadej.

– Antes do casamento, ela era a vice-comandante do Regimento de Guarda-costas do Rei. O próprio rei é o comandante da unidade, e ele a designou pela primeira vez para a unidade de oficiais especiais do Regimento de Guarda-costas do Príncipe Herdeiro em 2013.

– Ela fez sua estréia no Royal News, um segmento noturno sobre o rei e sua família, exibido em todos os canais de televisão tailandeses, na quarta-feira, horas depois de seu casamento.

– O casamento foi uma surpresa para muitos tailandeses, porque o palácio nunca havia reconhecido qualquer relação pessoal entre ela e o rei Vajiralongkorn, que já havia se casado e se divorciado três vezes.

– Ela recebeu honras reais em 20 decretos reais, a primeira em 2012, quando o Rei Bhumibol lhe concedeu a Ordem do Elefante Branco por sua “honestidade, lealdade e responsabilidade… dedicação e sacrifício” a serviço do então Príncipe Vajiralongkorn. O decreto real nomeou-a como tenente-coronel Suthida Vajiralongkorn.

– Durante a coroação deste fim de semana, o rei provavelmente concederá sua nova noiva com novos títulos reais. É uma tradição para um novo monarca conceder novos títulos aos membros da família.

 
Matérias Relacionadas