Nicarágua: Universidade suspende graduação para homenagear aluna assassinada pelo regime

Segundo estudantes, outra razão pela qual a graduação foi cancelada foi porque os estudantes universitários planejavam vaiar a neta de Daniel Ortega que também estava se formando

Por Pachi Valencia, Epoch Times

Cerca de 150 estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade Americana (UAM) receberam seus diplomas universitários durante uma cerimônia improvisada em 27 de julho, depois que a casa de estudos subitamente cancelou a graduação no Teatro Nacional Rubén Darío. De acordo com outras versões, a razão para o cancelamento foi porque a neta de Daniel Ortega iria se formar na mesma cerimônia e havia rumores de que ela seria vaiada.

Segundo a UAM, o cancelamento foi devido a problemas técnicos nas instalações; no entanto, os estudantes asseguram que foi devido à homenagem que eles queriam prestar para Raynéia da Costa Lima, uma jovem brasileira que foi morta por um soldado nicaraguense em junho de 2018, libertado um ano depois. Pierson Gutiérrez Solís, o assassino de Raynéia, foi libertado pelo regime de Ortega sob a Lei da Anistia.

“Os garotos prepararam um piquete no teatro em protesto pela arbitrariedade de deixar sair o homem que a matou. O novo reitor proibiu-os de fazer manifestação mas, apesar disso, eles disseram que iriam fazer. Por essa razão, ele mandou suspender a graduação”, conta um aluno que prefere ficar anônimo por questões de segurança, em declarações ao jornal local Confidencial.

A UAM informou o cancelamento da cerimônia 6 horas antes por meio de telefonemas. Após o anúncio, os estudantes se queixaram indignados à instituição e concordaram em entregar os diplomas universitários aos estudantes que assim desejassem, além de devolver o dinheiro pago antecipadamente para a cerimônia.

A la Comunidad Universitaria y padres de familia:

UAM စာစုတင်ရာတွင် အသုံးပြုမှု ၂၀၁၉၊ ဇူလိုင် ၂၇၊ စနေနေ့

“Há pessoas que viajaram de diferentes partes do país para vir aqui, pagaram com sacrifício os 600 dólares que a graduação custou”, disse um dos estudantes ao El Nuevo Diario.

Um dos momentos mais memoráveis da cerimônia improvisada foi quando os estudantes de Medicina fizeram o juramento de Hipócrates e depois gritaram: “Viva Nicarágua livre!”, em meio aos aplausos.

Segundo o reitor da UAM, Martín Guevara Cano, a formatura será remarcada para 30 de julho.

Neta de Daniel Ortega também se formou

Entre o grupo de estudantes que se formaria no sábado, havia também Ariana Ortega Leets, neta do ditador Daniel Ortega, estudante de Engenharia Industrial.

Segundo estudantes, outra razão pela qual a graduação foi cancelada foi porque os estudantes universitários planejavam vaiar Ariana quando ela recebesse seu diploma.

“Ontem foi o ensaio no teatro e ninguém esperava ver chegar Ariana Ortega. Quando passamos no ensaio para recolher nossos títulos, aplaudimos uns aos outros e, quando ela passou, houve um silêncio total. Então alguém tirou fotos dela e publicaram na internet e à noite começou a circular um post que convocava para um plantão fora do teatro, e hoje pela manhã fomos notificados de que a formatura havia sido cancelada”, disse uma estudante ao Confidencial.

Além disso, fotografias da formatura da neta de Ortega acompanhada de militantes do regime também foram publicadas.

Para que Ariana Ortega no recibiera título con ellos prefirieron una ceremonia improvisada sin toga, ni birretes y vestidos en short y camisetas. #Artículo66 #DerechoAInformar

Artículo 66 စာစုတင်ရာတွင် အသုံးပြုမှု ၂၀၁၉၊ ဇူလိုင် ၂၈၊ တနင်္ဂနွေနေ့

 
Matérias Relacionadas