Nicarágua: bispos apresentam plano de democratização para presidente Ortega (Vídeo)

Desde que começaram os protestos contra o governo em 18 de abril, 134 pessoas morreram

Por Jesús de León, Epoch Times

Em uma Nicarágua sumida depois de mais de 50 dias sob o calor de protestos e repressão, bispos tentam abrir uma porta para retomar o diálogo e sair da crise.

Ontem (7), eles apresentaram a Daniel Ortega uma proposta de democratização. O presidente pediu “um ou dois dias para refletir” antes de dar sua resposta.

“Entregamos a ele uma proposta que reflete os sentimentos de muitos setores da sociedade nicaraguense e expressa o anseio da maioria da população. Esperaremos sua resposta escrita o mais rapidamente possível”, explicou em uma coletiva de imprensa o cardeal Leopoldo Brenes, presidente da Conferência Episcopal.

O texto, que volta a abordar a necessidade de realizar uma reforma constitucional e um avanço eleitoral, chega em pleno marasmo de diálogo nacional, suspenso logo depois de começado no início de maio, porque para o governo as propostas sugeridas representam uma tentativa de “golpe de Estado”.

Desde que começaram os protestos contra o governo em 18 de abril, 134 pessoas morreram, segundo informou o Centro Nicaraguense de Direitos Humanos. O número de feridos ultrapassa o milhar.

Só na noite de quarta-feira (6), quatro jovens morreram em confrontos, três em Chinandega e outro na Nova Guiné, segundo a ONG.

 
Matérias Relacionadas