NASA transmite dados do espaço por meio de laser

A comunicação via raio laser já é conhecida há mais de quatro décadas. Agora, com a recente tecnologia OPALS, Optical Payload for Lasercomm, desenvolvida pela NASA, já é possível utilizada também nas transmissões espaciais.

Empregando essa tecnologia, a NASA transmitiu com sucesso um vídeo de alta definição, da Estação Espacial Internacional para a Terra (418 km de distância), a uma taxa de transmissão de 175 megabits/segundo.

A tecnologia OPALS permite taxas de transmissão de dados de 10 a 1.000 vezes mais altas que as das atuais formas de comunicações espaciais, as quais se baseiam ainda em faixas do espectro eletromagnético (rádio comunicação).

A Estação Espacial Internacional orbita a Terra a uma velocidade de 28.000 quilômetros por hora. Transmitir dados para a Terra requer que o raio de laser permaneça apontado com extrema precisão para o receptor do raio. Isso foi possível porque o sistema OPALS tomou como referência um raio laser emitido de uma estação terrestre em Wrightwood, Califórnia. O processo pode ser comparado a uma pessoa que aponta um ponteiro laser para a extremidade de um fio de cabelo humano a 10 metros de distância e o mantém focado nesse ponto mesmo andando.

A comunicação pela tecnologia OPALS necessitou de 3,5 segundos para transmitir o vídeo para a Terra. Isso teria requerido mais de 10 minutos se fossem empregados os métodos tradicionais de transmissão de dados.

A ideia da NASA é empregar esse novo sistema de comunicação em seus futuros satélites.

Veja vídeo sobre a comunicação via laser:

 
Matérias Relacionadas