NASA planeja enviar primeira mulher americana à Lua até 2024

“Cinquenta anos depois da Apollo, o programa Artemis levará o próximo homem e a primeira mulher à Lua”

Por Isabel Van Brugen

A Nasa planeja enviar a primeira mulher à Lua até 2024, após o presidente Trump anunciar esta semana que está aumentando o orçamento da agência em mais de US$ 1 bilhão.

Segundo Bettina Inclán, diretora de comunicações da NASA, todas as 12 pessoas que caminharam na Lua até agora eram homens americanos, informou a CNN.

“A última pessoa andou na Lua em 1972. Nenhuma mulher andou na superfície lunar”, disse Inclán à CNN em um comunicado.

O presidente Trump fez o anúncio em 13 de maio, dizendo que US$ 1,6 bilhão serão adicionados ao orçamento da NASA, para restaurar a sua “grandeza”.

“Sob minha administração, estamos restaurando a grandeza da  NASA e estamos voltando para a Lua, depois para Marte”, Trump twittou.

“Estou atualizando meu orçamento para incluir um adicional de US$ 1,6 bilhão para que possamos retornar ao espaço de uma forma GRANDIOSA!”

O aumento de US$ 1,6 bilhão no orçamento, é um impulso adicional ao pedido original da NASA de US$ 21 bilhões para ajudar a completar o desafio de Trump para a agência pousar no pólo sul da Lua até 2024.

A missão Apollo 11 da NASA aterrissou com sucesso os primeiros seres humanos na Lua em 20 de julho de 1969.

O administrador da NASA, Jim Bridenstine, disse: “Cinquenta anos depois da Apollo, o programa Artemis levará o próximo homem e a primeira mulher à Lua”.

“Esse investimento é um adiantamento nos esforços da NASA e nos permitirá avançar no projeto, desenvolvimento e exploração.”

“Nosso objetivo aqui é construir um programa que nos leve à Lua o mais rápido possível. Nos próximos anos, precisaremos de recursos adicionais ”, disse ele a repórteres em uma teleconferência em 14 de maio.

“Mas isso é uma boa quantia que nos leva para fora do portão de uma forma muito forte.”

Bridenstine escreveu no Twitter: “Grandes notícias da NASA! O Presidente apresentou uma emenda orçamentária para o ano fiscal de 2020 que prevê um aumento de US$ 1,6 bilhão para os esforços do # Moon2024. Vamos nós.”

O pedido de financiamento aumentou, quase dois meses depois que o vice-presidente, Mike Pence, declarou o objetivo de encurtar em quatro anos o cronograma anterior da NASA para colocar os astronautas de volta à Lua, pela primeira vez, desde 1972.

O aumento proposto levaria o nível total de gastos da NASA para o ano fiscal de 2020 a US$ 22,6 bilhões. A maior parte do aumento é destinada à pesquisa e desenvolvimento de um sistema de pouso lunar humano, de acordo com um resumo fornecido pela NASA.

A NASA também anunciou que o nome da nova missão será Artemis, a deusa grega da lua e irmã gêmea de Apollo.

“Para pousar astronautas americanos na Lua até 2024, estamos trabalhando com a abordagem de aquisição para os vários projetos”, disse a NASA em um comunicado.

“Nossos esforços incluirão novos trabalhos nos centros da NASA para fornecer as principais tecnologias e cargas úteis científicas necessárias para a superfície lunar, aumentando os esforços já em andamento em todo o país”.

US$ 651 milhões do orçamento foram concedidos para um novo foguete de grande porte que a Nasa está desenvolvendo, chamado Sistema de Lançamento Espacial, assim como a cápsula de Orion para levar os astronautas a destinos no espaço profundo e à Lua.

A Reuters contribuiu para esta reportagem.

 
Matérias Relacionadas